Flamengo espera por 'protagonismo' de Diego e Everton Ribeiro

Éverton Ribeiro balançou as redes apenas uma vez nos 11 jogos que disputou. Todos foram no Carioca, e sem ser nos clássicos disputados.

LANCE: Depois de um final de semana com folga no calendário, o Flamengo vira a chave para a semifinal do Carioca, contra o Botafogo, nesta quarta-feira. E conforme a fase decisiva vai chegando, maior é a expectativa da torcida por um protagonismo - que ainda não se viu em 2018 - dos jogadores mais experientes e líderes do elenco. Principalmente no setor ofensivo, com nomes gabaritados como Diego e Éverton Ribeiro.

Donos de dois dos maiores salários do elenco, a dupla é consolidada e tem história dentro do futebol. Até por isso, os números na atual temporada decepcionam: enquanto Diego marcou dois gols em 10 partidas, Éverton Ribeiro balançou as redes apenas uma vez nos 11 jogos que disputou. Todos foram no Carioca, e sem ser nos clássicos disputados.

Mais do que isso, o poder de criação rubro-negro tem sido colocado à prova, principalmente contra times mais fechados: foi o caso do último Fla-Flu, da Taça Rio, com os flamenguistas reclamando do jogo "fechado" do Fluminense, que tinha, pelo regulamento, o empate à favor.

Foto: Gilvan de Souza
Em jogo "grande", o cenário tem sido diferente: os Garotos do Ninho tem chamado a responsabilidade e tendo maior destaque. Na Libertadores, Vinicius Júnior foi quem decidiu, marcando duas vezes na vitória do Flamengo contra o Emelec-ECU. Neste mesmo Fla-Flu - último jogo rubro-negro - o atacante de 17 anos entrou e incendiou o jogo.

No decorrer do Carioca, Lucas Paquetá é o grande destaque rubro-negro, assumindo a titularidade no meio-campo na equipe comandada por Carpegiani e sendo a principal arma ofensiva do Flamengo, seja com gols ou assistências.

Até por esse maior protagonismo dos garotos - em relação aos experientes e renomados do elenco - que a pressão segue grande nos principais nomes do Flamengo. Apesar do Carioca não ser tratado como prioridade dentro do clube - até pela disputa da Libertadores - uma boa atuação no clássico desta quarta-feira pode ser um divisor de água e um empurrão para maior sequência e regularidade de Diego e Éverton Ribeiro, que são referências técnicas de quem se espera muito mais nos bastidores da Gávea.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget