Flamengo exagera nas bolas alçadas na área.

GILMAR FERREIRA: Boavista, Bangu, Madureira e Volta Redonda receberam R$ 4,5 milhões de cotas da TV para a disputa do Estadual do Rio.

O valor é cinco vezes mais do que recebem os grandes de Pernambuco e Bahia.

Esperava-se que com o dinheiro, que já havia sido da mesma ordem em 2017, os clubes mostrassem equipes melhores e mais competitivas.

Mas, não.

Dos quatro, dois vão para a última rodada sob risco de terminar na lanterna _ Volta Redonda e Madureira.

Léo Duarte em Macaé x Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
Um deles, o Bangu, vagueia na zona intermediária.

E apenas um, o Boavista, tem chances de ir às semifinais do campeonato.

O que fizeram com esta verba, onde aplicaram, ninguém sabe.

O fato é que Madureira e Bangu, clubes com mais história entre eles, têm muito o que explicar...

E não a mim, que de suas diretorias não espero muito...., mas a sua gente, e a sua história.

FLUMINENSE 2 x 1 NOVA IGUAÇU.

Os dois gols marcados no início do jogo deram ao time de Abel Braga a tranquilidade que o treinador desejava.

E os jogadores passaram a jogar pensarndo no confronto contra o Avaí, na quinta-feira, pela Copa do Brasil.

A passagem para a quarta fase valerá R$ 1,8 milhão e o time terminou o primeiro jogo, no Rio, perdendo por 2 a 1.

O Fluminense evolui como pode _ mas evolui.

Está classificado para as semifinais da Taça Rio e já tem vaga garantida no turno final que decidirá o Estadual.

Em face do desmonte sofrido na virada do ano com a saída das principais peças, pode ser considerado o mais ajustado da competição.

O que não quer dizer que seja o melhor...

VOLTA REDONDA 1 x 1 BOTAFOGO.

O time melhora em termos ofensivos, mas ainda não tem o equilíbrio esperado entre meio-campo e ataque.

E ainda levará um tempo até que João Paulo, Lindoso e Valência ocupem os espaços da linha de marcação sem diminuir o jogo de ataque.

Alberto Valentim tem motivos de sobra para se alegrar com a evidente melhora do Botafogo,.

Mas sabe, em seu íntimo, que o elenco não oferece todas as peças que precisa...

Lá atrás as coisas parecem resolvidas, com Marcelo e Igor Rabello na zaga e Marcinho e Moiseís nas laterais.

O problema maior está mesmo entre meio-campo e ataque, onde o time se ressente de força e explosão.

O volante Marcelo e o centroavante Rodrigo Aguirre parecem terem sido contratados para sanar este problema.

Vejamos...

MACAÉ 1 x 0 FLAMENGO.

A presença de William Arão no time mesclado é indicativo de que Carpeggiani pensa em alternativas para sair do 4-1-4-1 na Libertadores.

E é inteligente que ele pense assim.

Afinal, os bons momentos em 2017 foram com Cuellar e Arão no meio.

E este jogo contra o Emelec, em Guayaquil, exigirá do Flamengo algo mais do que mostra com Everton Ribeiro no padrão atual.

Paquetá, com mais liberdade e espaço, será ainda mais útil.

O tropeço no Moacirzão foi castigo ao time que teve mais posse de bola nos 90m (72%), mas sem eficiência na finalizações.

O Flamengo não teve jogo infiltrado pelo meio e exagerou nas bolas alçadas na área.

Segundo o Footstats, foram 37 bolas cruzadas na área do Macaé _ com apenas três acertos.

É um sinal claro de que está faltando qualidade ofensiva também no jogo do time reserva.

MADUREIRA 1 x 3 VASCO.

Zé Ricardo aproveita muito bem o Estadual, mesclando jogadores na busca de um elenco competitivo.

Contra o Fluminense, deu uma segurada nos garotos Evander e Paulinho, dando ritmo a Rildo e Riascos.

E neste jogo de sábado, deixou de fora Riascos e Thiago Galhardo, promovendo o retorno da dupla feita dm casa.

A temporada é longa, o Vasco não tem dinheiro e precisará da inteligência emocional de seus gestores _ estatutários e profissionais.

O treinador tem bom senso e a confiança dos jogadores, e isso tem feito muito bem ao clube.

Neste jogo, ele jogou a responsabilidade para os garotos, que não fizeram feio.

Deu orgulho ver o time pisar na área com Paulinho, Evander, Paulo Vítor e Caio Monteiro, quatro das sete pratas da casa que terminaram a partida.

DNA 100% vascaíno...

E este jogo contra o Emelec, em Guayaquil, exigirá do Flamengo algo mais do que mostra com Everton Ribeiro no padrão atual.


Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget