Flamengo foi responsável pela metade do público nas semifinais

UOL: O Campeonato Carioca já foi conhecido como o mais charmoso do país. Os números da edição 2018, no entanto, são alarmantes. O Estadual definha em meio ao caos político, econômico e na segurança pública. Nem mesmo os dois clássicos nas semifinais da Taça Rio atraíram os torcedores. Juntos, os jogos Vasco x Botafogo e Fluminense x Flamengo levaram pouca gente a mais ao estádio Nilton Santos do que um já decidido Palmeiras x Novorizontino, válido pelas quartas de final do Campeonato Paulista.

A questão envolvendo a arrecadação é ainda mais surpreendente. Os clássicos do Rio de Janeiro no meio de semana renderam um total de R$ 704.210,00. Os quatro grandes clubes saíram com um considerável prejuízo. No Allianz Parque, a renda foi de R$ 1.471.899,40. Vale lembrar que o Palmeiras já havia vencido o Novorizontino por 3 a 0 e a vaga estava mais do que encaminhada - goleou por 5 a 0. Ainda assim, 25.446 pessoas estiveram presentes.

Foto: Divulgação
A diferença é enorme por uma série de motivos. O regulamento confuso do Campeonato Carioca, que praticamente tirou o valor da conquista dos turnos, é um deles. Mas o cenário vai além do que os clubes assinaram na Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro).

O morador do Rio de Janeiro convive com a violência e cada vez mais demonstra a perda do hábito de frequentar os estádios. O Estado vive um recorde de desemprego. Tudo conspira para um Campeonato Carioca cada vez mais falido.

Há, porém, cenário importante relacionado diretamente ao hábito de torcer. Os planos de sócios no Rio de Janeiro são considerados ruins em uma comparação com outros grandes centros e clubes. No Palmeiras, por exemplo, existe a valorização da frequência em jogos diretamente na pontuação do programa. Desta forma, o torcedor é estimulado a frequentar o maior número de partidas para obter prioridades e descontos em compromissos grandes, como os da Copa Libertadores.

No Flamengo, o torcedor paga mais por mês pelas categorias superiores independentemente de ir aos jogos. Não existe estímulo para que as partidas do Estadual sejam frequentadas. O ticket médio do jogo do Palmeiras ainda era mais caro do que o das semifinais da Taça Rio. Em São Paulo: R$ 57,84. Vasco x Botafogo: R$ 16,84; Fluminense x Flamengo: R$ 29,44.

O Campeonato Carioca caminha para a reta final. É bem provável que as partidas decisivas tenham um público melhor mesmo com todos os fatores contrários. Ainda assim, a competição não perderá o carimbo do fracasso em relação a isso. Até o momento, a maior presença de torcedores foi no Flamengo x Vasco, de 27 de janeiro, com 18.587 pessoas.

Com média de ocupação de apenas 15% dos estádios, o Carioca precisa mudar, assim como a promoção para atrair mais torcedores por parte dos clubes. O desafio é claro. Aumentar a frequência das torcidas em partidas comuns, não apenas em finais e nos compromissos da Libertadores. O então campeonato mais charmoso do país está manchado. Resta saber se ainda é possível se reinventar.


Os clássicos do Rio de Janeiro no meio de semana renderam um total de R$ 704.210,00. Os quatro grandes clubes saíram com um considerável prejuízo.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget