Gilmar Ferreira vê falta de eficiência do Flamengo

Foi boa a atuação do Flamengo, principalmente após a entrada de Vinicius Júnior no lugar de Renê, com Everton na lateral.

GILMAR FERREIRA: Botafogo e Fluminense foram mais intensos em seus propósitos, e levaram a melhor sobre Vasco e Flamengo.

Com justiça, decidirão a Taça Rio pela quarta vez desde a criação do troféu, em 1982.

E essa final do segundo turno do Estadual tem escrita favorável aos alvinegros.

Os tricolores jamais derrotaram os rivais nas outras três vezes (1997, 2008 e 2013) em que duelaram pelo título.

Com a agravante de que na última oportunodade Abel Braga, este que hoje dirige o Fluminense, era também o técnico tricolor.

Diego durante Fluminense x Flamengo - Foto: Lucas Merçon
Vitória alvinegra por 1 a 0, gol de Rafael Marques, hoje no Cruzeiro.

Em 2008, outra vitória por 1 a 0, gol do ex-tricolor Renato Silva.

E em 1997, empate em 0 a 0 que beneficiou o time de Joel Santana.

Bom... só após o resultado desta partida saberemos a composição do turno semifinal do Estadual.

Se o Fluminense levar o título, o Flamengo (campeão da Taça GB) enfrentará o Botafogo (quarto no geral), e os tricolores pegarão os vascaínos (2º x 3º).

Se o Botafogo vencer o segundo turno, o Flamengo (campeão da Taça GB) mede forças com o Vasco (4º), e alvinegros e tricolores (2º x 3º) voltam a se enfrentar.

FLUMINENSE 1 x 1 FLAMENGO.

Jogo de ideias claras, muito bem executadas pelos dois times _ desta vez com suas equipes principais.

Carpegiani aceitou a posse da bola e deu a Abel Braga o contra-ataque desejado.

Por isso o duelo foi aberto, disputado até com certo exagero nas faltas.

Foram 42 faltas, quase uma a cada dois minutos ds jogo.

Os tricolores fizeram 24 e os rubro-negros, 18.

Foi boa a atuação do Flamengo, principalmente após a entrada de Vinicius Júnior no lugar de Renê, com Everton na lateral.

Mas ainda sem a eficiência desejada nas jogadas combinadas.

O time então depende da inventividade de alguns e do bom calibre de outros.

O gol do zagueiro Gum escorando cobrança de córner fortaleceu a meninada tricolor, e o Fluminense, que se beneficiava com o empate, teve o jogo nas mãos.

Mesmo diante de um adversário que gerava volume e intensidade.

O Flamengo pôs oito no campo do rival, empatou num chutaço de Éverton a dez minutos do final, mas deixou o campo com a sensação da derrota.

Simplesmente porque o Fluminense de Abel Braga lutou como se não houvesse um amanhã e segurou o 1 a 1 que o levava à final do turno.

VASCO 2 x 3 BOTAFOGO.

Um jogo atípico, com os sistemas defensivos a oferecer espaços mal aproveitados por meias e atacantes.

O alvinegro Alberto Valentim, com um time mais jovial, compensou a pouca conexão entre as linhas com redobrada disposição.

E o vascaíno Zé Ricardo, que não tinha Rildo, perdeu Evander logo aos 9m e teve dificuldades para acelerar o jogo.

O Botafogo achou o 1 a 0 numa cabeçada de Brenner, mas logo sofreu a virada com dois gols de cabeça em córners bem cobrados por Paulinho.

E quando o Vasco, ainda no primeiro tempo, achava ter o domínio das ações, Luiz Fernando empatou, num ótimo lançamento de Igor Rabello.

Com três salários a receber, os vascaínos "perderam" a força nos 15 minutos finais, e aos 38m sofreram o inesperado gol de cabeça de Igor Rabello.

Uma vitória que faz muito bem ao ego alvinegro e comprova que o segredo é o aproveitamento dos jovens da base.

Neste jogo, já foram cinco os aproveitados por Valentim: Marcinho, Igor Rabello, Marcelo Benevenutto, Pachu e Ezequiel.

Quanto ao Vasco, que começa a se desesperar com a falta de recursos financeiros, a derrota reflete o estado de ânimo de seus jogadores.

Zé Ricardo tem administrado como pode, e a sua maneira, a insatisfação de um ou de outro, o que nem sempre é coroado de êxito.

Em momentos assim, o melhos é levar a campo os meninos que são criados em São Januário e acostumados às mazelas do clube.

Eles têm "fome" e aprendem desde cedo a fazer da magia do futebol romântico um meio de ascender na profissão.

Fica a dica para o turno final...



Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget