Marketing? Propagandas quase tapam entrevistados no Flamengo

Em alguns casos, o número de patrocinadores é tanto que fica até difícil enxergar o entrevistado. O caso mais claro é o do Flamengo.

UOL: Os patrocínios dos clubes deixaram de aparecer apenas na camisa e invadiram as mesas de entrevistas. Diversas equipes brasileiras expõem miniaturas de produtos de seus patrocinadores durante as falas de seus atletas e técnicos.

Em alguns casos, o número de patrocinadores é tanto que fica até difícil enxergar o entrevistado. O caso mais claro é o do Flamengo. O clube carioca conta com seis objetos na mesa de entrevista: uma chuteira e uma bola da Adidas, três latinhas da Carabao e um boneco da Orthopride.

Foto: Gilvan de Souza
O São Paulo também não fica muito atrás. Para responder os questionamentos dos jornalistas, o técnico Dorival Junior precisa desviar de uma garrafa de Gatorade, um saco de arroz Urbano, uma garrafa de água Levity e uma latinha de refrigerante Poty.

Até o ano passado, o Corinthians contava com uma raposa Foxlux de um tamanho considerável. Para atual temporada, o clube resolveu diminuí-la para uma miniatura menor que a garrafa de água Cabreiroá e o energético Ultra.

Outros clubes optam por objetos mais discretos: o boneco Orthopride aparece também no Cruzeiro e no Atlético-MG, que também usa latas de Pepsi. Já bolas da Topper podem ser vistas nas entrevistas de Botafogo e Vitória.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget