"Não é porque não vencemos que tudo vai ser jogado", diz Réver

COLUNA DO FLAMENGO: Após o empate de 1 a 1 com o Fluminense, que eliminou o Flamengo da Taça Rio, Réver concedeu entrevista à imprensa e ponderou sobre a forma como o Tricolor carioca atuou na partida desta quinta-feira (22) no Engenhão. Para o zagueiro, o time das Laranjeiras jogou com o regulamento debaixo do braço e, depois de abrirem o placar, tentaram de todas as maneiras ”acabar com o jogo”.

— Ficou muito nítido a proposta de jogo do Fluminense, hoje. Jogaram com o regulamento debaixo do braço, conseguiram fazer um gol, onde tentaram, de qualquer maneira, acabar com o jogo. Mas, o futebol é dessa maneira, e a gente tentou buscar de várias formas a vitória. Infelizmente, não conseguimos. Agora, é pensar no próximo adversário pela semifinal do Carioca, para que a gente possa chegar na final —, ponderou Réver.

Réver, zagueiro do Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
O camisa 15 ainda comentou sobre uma entrevista do Gum, onde o zagueiro do Flu, depois do jogo, afirmou que o Fla era o favorito para o clássico. Réver disse que todos enxergam o time da Gávea desta maneira, principalmente depois dos jogos.

— O Flamengo sempre vai entrar em campo sendo favorito, isso todo mundo acaba falando. Mas, a gente sabe que futebol não é dessa maneira, nem sempre funciona assim. O Engraçado é que depois do jogo todo mundo fala que o Flamengo se torna ainda mais favorito e antes da partida ninguém fala assim, então não podemos levar isso em consideração. O Flamengo faz sim um investimento muito alto, mas sabemos das dificuldades que vamos ter. Como ele mesmo disse (Gum), favoritismo não entra em campo, mas a gente sabe do nosso maior objetivo, cada clube tem a sua dificuldade, o Flamengo também tem. Agora é pensar no nosso adversário da semifinal, para que a gente possa chegar na tão sonhada final e buscar esse título — comentou o camisa 15

Ao ser questionado sobre as substituições do técnico Paulo César Carpegiani, o zagueiro saiu em defesa de seu comandante. O jogador revelou que durante a semana são treinadas diversas situações de jogo, porém, dessa vez não deu certo. Contudo, Réver afirmou que nem tudo está errado e que não se pode jogar por água abaixo tudo que fora alcançado pela equipe até então.

— Durante a semana a gente treina várias maneiras de encontrar alguma solução, para que a gente possa desenvolver um grande papel durante as partidas. O Carpegiani aposta muito nisso. Não é porque hoje a gente acabou não vencendo, não chegando no nosso objetivo que era a final da Taça Rio, que tudo vai ser jogado por água abaixo, muito pelo contrário, até porque nas partidas anteriores surtiu efeito. Então nem tudo que parece, está errado. Vamos trabalhar forte e nos dedicar ainda mais. Temos que ver com as alterações o que a gente precisa fazer de melhor, para que a gente possa estar saindo das partidas com um sorriso no rosto —, concluiu o zagueiro.

Réver disse que todos enxergam o time da Gávea desta maneira, principalmente depois dos jogos.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget