"Precisamos fazer Flamengo caminhar rumo aos títulos", diz Lomba

Lomba foi colocado no futebol por Bandeira e tem apoio do SoFla na missão.

EXTRA GLOBO: Nas conversas que antecedem a eleição presidencial no Flamengo, prevista para o fim do ano, o atual mandatário, Eduardo Bandeira de Mello, sinalizou uma nova peça no xadrez político. Ricardo Lomba, vice de futebol, foi colocado como possível sucessor da situação, conforme informou o Panorama Esportivo, do Jornal O GLOBO, ontem. Procurado, Lomba desconversou, mas não descartou.

— Precipitado falarmos em nomes. Além de totalmente envolvido e dedicado ao futebol, acho que devemos discutir primeiro, antes dos nomes dos candidatos, modelo de gestão, processo de tomada de decisões, governança — disse Lomba, sinalizando o que vai buscar como prioridade caso se candidate.

— Meu foco é total no futebol, precisamos fazer o futebol caminhar rumo aos títulos.

Foto: Gilvan de Souza
Principal nome até então para concorrer dezembro pela situação, o vice de finanças Claudio Pracownik perdeu força e já é considerado carta quase fora do baralho no jogo político do clube. Apesar de ter boa aceitação no grupo que sustenta o mandato de Bandeira, o SoFla, Pracownik encontrou resistência em casa e no trabalho. Nome forte de uma instituição financeira, o vice de finanças não teria apoio da empresa para o cargo. A família também desencoraja Pracowik a aceitar o desafio.

Lomba foi colocado no futebol por Bandeira e tem apoio do SoFla na missão. O vice de futebol, no entanto, já sofre resistência por sua atuação na pasta. Outros nomes foram ventilados, como de Pedro Almeida, vice de planejamento, e Alexandre Wrobel, do patrimônio. Nenhum aceitou ou tem expressão no momento.

A oposição deve lançar Rodolfo Landim, ligado a antiga chapa verde. Wallim Vasconcellos, um dos cabeças do grupo dissidente, ainda vê Landim como candidato que pode unificar o interesse de muitos da atual situação insatisfeitos com Bandeira.

- Eu vejo que existe chance de apoiarem o Landim. Se tivesse que apostar, Landim será o candidato da reunificação dos grupos. Acho que só o Claudio (Pracownik) poderia ter alguma chance, mas ele não vai - opinou.

A terceira via será do vice-geral, Mauricio Gomes de Matos. Pessoas próximas ao vice-presidente entendem que Bandeira está sem candidato, Mas, apesar de entender que um indicado pelo mandatário teria a máquina na mão, o grupo que apoia Maurício se vê fortalecido internamente na Gávea. Candidato nas últimas eleições, Cacau Cotta vê como um tiro no pé a indicação de Lomba depois de lhe dar a missão do futebol.

- Colocaram o gente boa do Lomba no futebol que já é uma cadeira elétrica, agora jogam ele aos leões como possível candidato à presidência. Da cadeira elétrica pra presidente na história do clube só George Helal em mais de 120 anos, Isso só serve para aumentar a pressão que já existe no departamento de futebol e no próprio Lomba . Achei um tiro no pé - encerrou.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget