Ronaldinho Gaúcho, 38 anos de genialidade

CBF: Jogadas extraordinárias, dribles, gols e uma marca registrada: o sorriso. No dia 21/03/1980 nascia um gênio do futebol: Ronaldinho Gaúcho. Completando 38 anos de idade nesta quarta-feira (21), o pentacampeão mundial marcou seu nome com muita alegria e irreverência única na história do esporte. 

Quem assistia a Ronaldinho jogar se encantava e torcia pelas jogadas geniais do craque. Até mesmo a torcida adversária parava para aplaudi-lo. Falar de R10 é lembrar elásticos, arrancadas, golaços, sorrisos e samba para celebrar. Ele era a imagem do futebol brasileiro.

Na Copa América de 1999, contra a Venezuela, o gênio apareceu para o mundo. Um chapéu no zagueiro, a condução de bola e um balaço para estufar as redes. Assim foi seu primeiro gol pela Seleção. Em 2002, a glória maior: o pentacampeonato mundial. Até hoje, os ingleses tentam entender como Ronaldinho cobrou aquela falta perfeita encobrindo o goleiro David Seaman, nas quartas da Copa da Coréia e Japão.

Foto: Alex Carvalho
A trajetória do Gaúcho com a Amarelinha ainda teve muitas conquistas e sorrisos. Foram 16 anos de magia em campo, sendo 101 jogos, 65 vitórias, 24 empates e 35 gols marcados. O craque ainda levantou os troféus do Mundial Sub-17, da Copa América (1999), da Copa das Confederações em 2005 e do Superclássico das Américas (2011).

Ronaldinho marcou seu nome por clubes do Brasil e do mundo. Ídolo no Barcelona, o jogador ganhou por lá dois títulos do Campeonato Espanhol (2004/05 e 2005/06), a Supercopa da Espanha (2005 e 2006) e a Liga dos Campeões da Europa na temporada 2005/06. Além disso, foi jogando pela equipe catalã que o craque foi eleito duas vezes o Melhor Jogador do Mundo. No cenário nacional, o atleta começou a encantar os brasileiros após ser revelado pelo Grêmio. Em território nacional, sua grande conquista foi a Libertadores da América de 2013, pelo Atlético-MG.

Ronaldinho também defendeu as camisas de Paris Saint-Germain-FRA, Milan-ITA, Flamengo-RJ, Querétaro-MEX e Fluminense-RJ. Sua alegria e sua genialidade jamais serão esquecidos.

A Confederação Brasileira de Futebol parabeniza e agradece ao craque por todos os anos dedicados ao futebol brasileiro e por tratar tão bem a nossa Amarelinha. Parabéns, gênio!

Ronaldinho também defendeu as camisas de Paris Saint-Germain-FRA, Milan-ITA, Flamengo-RJ, Querétaro-MEX e Fluminense-RJ.


Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget