Santos pede R$ 36 milhões pela venda definitiva de Zeca

FOLHA DE SÃO PAULO: Nesta quinta (22),  Zeca completa cinco meses sem disputar uma partida de futebol. A última vez que entrou em campo foi em 21 de outubro do ano passado, quando o Santos enfrentou o Atlético-GO, pelo Campeonato Brasileiro. E segundo o clube paulista, o jogador não jogará tão cedo a não ser que se reapresente na Vila Belmiro ou algum rival aceite pagar R$ 36 milhões para comprá-lo.

“No mercado atual, o Zeca vale 9 milhões de euros [R$ 36 milhões]”, disse o presidente do Santos José Carlos Peres à Folha, colocando preço para liberar o atleta.

É um desconto de R$ 14 milhões em relação ao valor da multa contratual, que vale até o fim de 2020.

Zeca em Santos x Flamengo - Foto: Ivan Storti/ Santos FC
Zeca tenta a liberação na Justiça alegando que o Santos deixou de pagar FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) entre 2014 e 2015.

O Santos afirma ter quitado o que devia e pede a reapresentação do jogador, o que o estafe dele descarta. Enquanto o caso corre na Justiça, Zeca obteve liberação para poder trabalhar, mas sem entrar no mérito original do caso até que este seja julgado. O Flamengo já havia se interessado, mas ficou receoso de o jogador não ter sucesso na ação e o clube se tornar solidário na obrigação de pagar a multa ao Santos.

O Corinthians acreditava ter feito um acerto para contratá-lo e insinuou a aquisição do reforço nas redes sociais, com brincadeiras que o jogador estaria subindo a Serra do Mar para se apresentar no Parque São Jorge. Mais uma vez houve desentendimento a respeito de quem arcaria com a multa em caso de derrota no processo.

O presidente corintiano Andrés  Sanchez acreditou estar acordado que seria a OTB, empresa que agencia Zeca, seria a responsável. Mas os executivos da companhia não viram da mesma forma. O Corinthians tentou oferecer Lucca e Marquinhos Gabriel em troca do lateral. Peres não aceitou fazer negócio.

“Tentei intermediar uma negociação com o Santos, mas o clube não quis conversar”, disse o empresário Fernando César.

Ele afirma que o Santos sequer fez uma contraproposta para abrir negociação.

Os cinco meses de inatividade de Zeca são fruto de uma aposta de que a Justiça lhe daria ganho de causa e uma questão política no Santos. As declarações do jogador e a entrevista coletiva que deu para explicar a saída do clube e a ação judicial não foram bem vistas pela diretoria, que agrada a torcida ao jogar duro com o atleta que tentou ir para o Corinthians.

Sem poder atuar profissionalmente, o lateral campeão olímpico com a seleção brasileira nos Jogos de 2016, no Rio, se limita a manter a forma física em São Paulo.

O Flamengo já havia se interessado, mas ficou receoso de o jogador não ter sucesso na ação e o clube se tornar solidário na obrigação de pagar a multa.


Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget