"Se fosse o Real, deixaria o Vinicius Jr no Flamengo", diz Andreoli

SPORTV: Autor dos dois gols no 2 a 1 sobre o Emelec no Equador e herói da primeira vitória do Flamengo na Libertadores, Vinicius Junior é o centro das atenções nos programas esportivos desta quinta-feira. E foi o tema principal do "Seleção SporTV", que levantou o seguinte questionamento: quanto tempo a joia rubro-negra deve ficar no Brasil antes de ir para o Real Madrid, que já pagou R$ 164 milhões por ele.

A previsão é que Vinicius Junior inicie a próxima temporada, já no mês de julho, na Espanha. Porém, para o apresentador Felipe Andreoli, o jovem de 17 anos deveria ficar mais tempo no Brasil porque tem mais chances de continuar jogando no Flamengo. E cita a empolgação da torcida:

Foto: Reprodução
– Eu, como paulista e agora morando no Rio, começo a entender melhor a torcida do Flamengo, essa empolgação. Se o Vinicius jogar mais dois, três jogos e fizer gol, os caras já vão querer ele na Copa. E de repente, se chegar na Copa voando, com essa torcida imensa por trás, não se sabe. Se eu fosse o Real, o que faria era deixar o máximo possível no Flamengo. Ele vai ganhar mais aqui do que lá, pelo menos em espaço de elenco.

Novo narrador do Grupo Globo, Gustavo Villani concorda com Andreoli e citou como exemplo o também rubro-negro Marlos Moreno, colombiano tratado como joia na campanha do título da Libertadores de 2016 pelo Atlético Nacional, da Colômbia, e que atualmente é reserva do Flamengo:

– Vejo como uma perda da largada (ida imediata de Vinicius Junior). O Marlos Moreno foi comprado pelo Manchester City (Inglaterra), emprestado ao Girona (Espanha), e agora volta para a América do Sul para tentar recuperar a carreira. Tenho mais rejeição à ideia de ele ir logo, até pela pessoa. Perto da família, dos amigos, ele tem mais chance de amadurecer naturalmente – disse, defendendo por exemplo que Philippe Coutinho deveria ter amadurecido mais antes de ir para a Europa.

O comentarista Raphael Rezende, porém, discordou da dupla e vê mais benefícios para a carreira de Vinicius Junior se desenvolver no Real Madrid. E ele usa como exemplo Philippe Coutinho, vendido pelo Vasco aos 18 anos, destacando a evolução que conseguiu no futebol europeu.

– Lá, o Real vai ter o controle e potencializá-lo dentro da sua exigência de desenvolvimento. Ele joga pouco no Flamengo. A distância não é tão grande a ponto de ser melhor para ele se desenvolver no Brasil. O Coutinho não estourou de cara, mas coloco a minha mão no fogo que se ele tivesse ficado mais tempo no Brasil não teria sido tão completo o seu desenvolvimento como é hoje.

Villani, por sua vez, citou a média de gols de Vinicius Junior no Flamengo para defender que a joia rubro-negra não conseguirá jogar no Real Madrid com o mesmo desempenho. Para defender sua tese, lembrou a pressão que o experiente centroavante francês Banzema, de 30 anos, vem sofrendo com oito gols em 33 jogos na temporada 2017-2018:

– Com essa média de gols dele, em 48 jogos 10 gols, quase um a cada cinco jogos, não joga no Real Madrid. O Benzema, que tem muito mais tamanho do que o Vinicius por rodagem, está sendo muito criticado por estar aquém do camisa 9. Ah, ok, mas ele joga de lado. Mas você pega o Cristiano Ronaldo, pode usar o (Gareth) Bale também...


Para o apresentador Felipe Andreoli, o jovem de 17 anos deveria ficar mais tempo no Brasil porque tem mais chances de continuar jogando.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget