Será que estamos diante da "trilogia do chororô" no Carioca?

Por que, então, considerar Flamengo e Botafogo como favoritos à decisão da Taça Rio?

GANHADORO grande nome deste Fla-Flu é Henrique Dourado. O “Ceiflador”, como o atacante é chamado pela nação flamenguista, já demonstrou sua capacidade em grandes jogos – e agora quer também ter o gostinho de provar seu valor também diante do clube que defendia até meses atrás.

Dourado segue impecável nos pênaltis – e é de se imaginar que uma grande apreensão vai tomar conta de todo o Rio de Janeiro caso seja marcada alguma cobrança em favor do Flamengo nesta semifinal. O Rubro-Negro tem mais time e entra como favorito. Fica a expectativa para alguma mágica do técnico tricolor Abel Braga, que já sinalizou a manutenção do seu esquema tático. A única dúvida é sobre a entrada ou não do volante Douglas, que se recuperou de uma lesão e agora pode entrar na vaga de Richard ou Jadson.

Foto: Divulgação
Outro fator que deve ser considerado na análise deste confronto é a vantagem do empate que o Fluminense possui – em caso de igualdade, o Tricolor avança à decisão da Taça Rio por ter melhor campanha que o Fla.

O cenário é o mesmo do Vasco, que também carrega a possibilidade de passar à final com um simples empate diante do Botafogo.

Por que, então, considerar Flamengo e Botafogo como favoritos à decisão da Taça Rio?

O Flamengo tem uma razão óbvia: como faturou a Taça Guanabara, ganhar a Taça Rio significa liquidar a semifinal do Carioca, permitindo que o time ganhe um respiro para a Libertadores, o Brasileiro e a Copa do Brasil, os grandes objetivos do ano.

O Botafogo também surge como nosso principal candidato pelo fato de contar com um técnico recém-chegado, o promissor Alberto Valentim, que vai encarar esta partida como uma decisão das mais importantes – o que Zé Ricardo, com a cabeça na Libertadores, não vai acompanhar.

Um novo Flamengo x Botafogo seria interessante para construir também o terceiro e último capítulo da “trilogia do chororô”. Ela começou na semifinal da Taça Guanabara, quando o Fla bateu o rival por 3×1 e gerou polêmica com a comemoração do golaço de Vinícius Júnior, que sinalizou que estava chorando para provocar o adversário. O Flamengo voltou a se dar melhor na fase de grupos da Taça Rio, quando ganhou bem mais apertado – apenas 1×0, com uma expulsão justamente de Vinícius Júnior.

Resta saber se agora teremos um terceiro momento para decidir se será o caso de “quem ri por último” ou se “ninguém cala este chororô”.

Semifinais da Taça Rio 2018

Quarta-feira, 21 de março
21:45 – Vasco x Botafogo – Palpite: Botafogo

Quinta-feira, 22 de março
20:00 – Fluminense x Flamengo – Palpite: Flamengo


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget