Vinicius Júnior é eleito o melhor de Macaé x Flamengo

Autor das principais jogadas ofensivas do Flamengo, chamou a responsabilidade e infernizou os adversários.

LANCE: O Flamengo jogou mal na noite deste sábado e acabou derrotado pelo Macaé, no Moacyrzão, em duelo válido pela quarta rodada da Taça Rio. Na atuação discreta, Vinicius Jr, Paquetá, Trauco e Geuvânio se salvaram mesmo com o revés por 1 a 0. O zagueiro Léo Duarte, por outro lado, ficou devendo e acabou expulso. Veja, a seguir, as avaliações do LANCE! (Notas por João Pedro Granette)

6,0 - Diego Alves - Teve pouco trabalho durante o primeiro tempo, mas na segunda etapa fez boa defesa em cobrança de falta. Não teve culpa no gol de Lepu.

5,5 - Pará - Voltando a ganhar chance no time titular, o camisa 21 pouco participou da partida no lado ofensivo e na defesa não comprometeu.

3,5 - Léo Duarte - Zagueiro não teve muito trabalho na primeira etapa, mas levou dois amarelos em quatro minutos no segundo tempo e deixou o campo cedo.

5,5 - Thuler - Após bom início de Campeonato Carioca, o jovem zagueiro ganhou uma nova oportunidade com Carpegiani deu mole no gol do Macaé.

6,5 - Trauco - Ao lado de Vinicius Jr, peruano conseguiu boas tabelas e levou muito perigo para a defesa do time da casa.

6,0 - Jonas - Se movimentou bastante, mas não deu espaços para que o setor de meio do Macaé conseguisse trabalhar a bola com calma.

5,5 - Willian Arão - Ainda em seus primeiros jogos no ano, o camisa 5 parece sentir o ritmo de jogo e sua participação foi discreta.

6,5 - Lucas Paquetá - Enquanto esteve em campo foi um dos jogadores mais agudos do Fla, criando boas jogadas. Saiu no intervalo, visando o jogo da Libertadores.

6,5 - Geuvânio - Jogando pela ponta direita, conseguiu aproveitar a chance que ganhou de Carpegiani. Criou boas chances ofensivas.

Vinicius Júnior em Macaé x Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
7,0 - Vinicius Jr - Autor das principais jogadas ofensivas do Flamengo, chamou a responsabilidade e infernizou os adversários.

5,5 - Felipe Vizeu - Camisa 47 teve atuação apagada e quase não participou diretamente dos lances de perigo do Flamengo.

5,0 - Cuéllar - Teve muito trabalho desde que entrou e no lance do gol do Macaé perdeu na corrida para o atacante rival.

5,0 - Pepê - Entrou no lugar do Paquetá e não conseguiu manter o ritmo do meio-campo do Flamengo. Produziu pouco.

5,5 - Lincoln - Conseguiu dar mais movimentação ao setor ofensivo do Flamengo, mas faltava criação dos homens do meio-campo para a bola chegar.

5,5 - Carpegiani - Poupando titulares para a Libertadores, time entrou totalmente desentrosado e só levou perigo ao adversário em jogadas individuais.

MACAÉ - A equipe comandada por Josué Teixeira conseguiu desenvolver bem a função e o sistema que o treinador preparou para essa partida, se defendendo bem e conseguindo levar perigo nos contra-ataques. Atuando contra a torcida adversária, os jogadores conseguiram manter a calma e mostraram superação durante os 90 minutos de partidas. Lepu se destacou com gol.

Na parte defensiva, o lado direito da defesa do Macaé não conseguiu conter as investidas e tabelas de Trauco, Lucas Paquetá e Vinicius Jr. Os volantes deram muito espaço para o Flamengo criar as melhores oportunidades. Atacantes tiveram chances de marcar mais gols, mas faltava capricho para superar a meta defendida por Diego Alves, que salvou o Rubro-Negro.
Rui Porto Filho/AGIF
17 | 17



Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget