A favor do VAR, Flamengo acumula erros da arbitragem em 2018

UOL: A estreia do Flamengo no Campeonato Brasileiro foi marcada por erros grosseiros da arbitragem comandada por Wagner Reway. O empate por 2 a 2 com o Vitória, no último sábado (14), em Salvador, entrou para a lista de protestos do Rubro-negro contra os juízes em 2018. A favor do árbitro de vídeo, o clube se julga prejudicado com frequência pelos equívocos.

O Flamengo votou pela utilização do VAR já na atual edição do Brasileirão. O clube da Gávea foi acompanhado por Bahia, Botafogo, Chapecoense, Grêmio, Internacional e Palmeiras. Todos, porém, saíram derrotados por 12 agremiações - Corinthians, Santos, América-MG, Cruzeiro, Atlético-MG, Atlético-PR, Paraná, Vasco, Fluminense, Sport, Vitória e Ceará. À época, os valores e a falta de um padrão foram as respostas dos clubes contrários.

Foto: Reprodução
Diante do Vitória, o time foi prejudicado logo no começo da partida. Após jogada na área, Rhayner arrematou e a bola explodiu no rosto de Everton Ribeiro praticamente em cima da linha. O árbitro alegou toque de mão do atleta rubro-negro, o expulsou e ainda marcou pênalti inexistente para os donos da casa. O Rubro-negro do Rio de Janeiro jogou em desvantagem quase a partida inteira e teve muitas dificuldades.

O clube da Gávea ainda reclamou de duas penalidades não marcadas no duelo. Vale lembrar também que o gol assinalado pelo zagueiro Réver foi irregular. O volante Willian Arão estava impedido quando Diego levantou a bola na área.

Os protestos contra a arbitragem da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) caminham juntos das reclamações na Conmebol. Nos dois jogos da Copa Libertadores de 2018, o Flamengo também somou lances ignorados pelos árbitros.

Logo na estreia, contra o River Plate-ARG, o Rubro-negro teve um pênalti não marcado e um gol irregular validado para o adversário. O resultado final foi um empate por 2 a 2, no Engenhão de portões fechados.

Na segunda rodada, o Flamengo bateu o Emelec-EQU por 2 a 1, de virada, em Guayaquil. O resultado, no entanto, poderia ter sido diferente. No começo do duelo, o Rubro-negro teve um pênalti ignorado quando o zagueiro Guagua cortou a bola com a mão dentro da área.

"Foram erros contra o River. Ganhamos o Emelec, mas tivemos aquele lance clamoroso no começo da partida. Foram três erros humanos, mas sempre contra o Flamengo. Espero que não demore para o árbitro de vídeo aparecer. As coisas estão caminhando nessa linha. É um instrumento que busca minimizar os erros. Se já estivesse valendo, não teríamos o prejuízo", desabafou o presidente Eduardo Bandeira de Mello.

Nos dois jogos da Copa Libertadores de 2018, o Flamengo também somou lances ignorados pelos árbitros.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget