Andrés dispara contra Bandeira: "A conta vai chegar no Flamengo"

Sanchez votou em branco no pleito que elegeu Rogério Caboclo à presidência da entidade. Bandeira não foi à votação.

GLOBO ESPORTE: O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, fez críticas a Eduardo Bandeira de Melo, mandatário do Flamengo, após a eleição do novo presidente da CBF, nesta terça-feira, no Rio de Janeiro.

O dirigente do Timão disse que o Rubro-Negro tentou contratar o meia Rodriguinho e ofereceu um salário milionário ao técnico Fábio Carille. Bandeira negou, e o treinador alvinegro brincou com a suposta quantia oferecida.

Sanchez votou em branco no pleito que elegeu Rogério Caboclo à presidência da entidade. Bandeira não foi à votação. Questionado se estava alinhado com o Bandeira contra o novo presidente, o dirigente corintiano disparou:

Foto: Edgard Maciel de Sá 
– Não votamos no Caboclo, mas não estamos juntos. Eu venho aqui, me posiciono, mas cadê ele (Bandeira)? Deve estar lá sondando o Rodriguinho, querendo o Carille. Isso que ele fez. Ofereceu R$ 1 milhão por mês para levar o Carille. Não vai levar. Tentou tirar o Rodriguinho. Não vai tirar. Dou 50% de desconto na multa do Rodriguinho e garanto que ele não leva. Gestão de nada. Ele vai sair, e a conta vai chegar paro Flamengo – disse Sanchez.


Eduardo Bandeira de Mello explicou sua ausência:


- O Flamengo mandou representante com procuração e se absteve pelos motivos que todos sabem. Nada contra o Caboclo, mas o Flamengo discorda do sistema pela forma que acontece. Hoje, com 20 federações, você faz o presidente da CBF - disse.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget