Carlos Noval avalia nomes para coordenador técnico do Flamengo

Entre eles, de Valdir Espinosa, Zinho e pelo menos mais um, que pode ser um ex-jogador ou ex-treinador, mas com perfil experiente.

O GLOBO: A diretoria do Flamengo trabalha com alguns nomes para ocupar o cargo de coordenador técnico do clube antes mesmo da definição sobre o treinador. Entre eles, de Valdir Espinosa, Zinho e pelo menos mais um, que pode ser um ex-jogador ou ex-treinador, mas com perfil experiente.

Na base, a coordenação é feita por Leo Inácio, ex-jogador que tem ótima relação com Noval. Ele e Kadu Borges, outro nome das categorias inferiores. Ambos têm boas referências para o cargo, mas não são prioridade.

Carlos Noval, diretor do Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
A missão é do novo diretor de futebol, Carlos Noval. A ideia dele é dar respaldo ao técnico, seja ele Renato Gaúcho, alvo inicial, ou Mauricio Barbieri, o interino que comanda o time atualmente e tem aprovação da diretoria e do elenco.

A presença de um profissional experiente no vestiário é vista como essencial, sobretudo se a manutenção de Barbieri se confirmar. Os jogadores aprovam a efetivação do auxiliar de 36 anos, mas entendem que ele precisa de uma ajuda para suportar a pressão.

Espinosa trabalhou com Renato no Grêmio e está disponível. Zinho já trabalhou no Flamengo, mas virou comentarista e só deixaria a função, em princípio, se fosse para trabalhar no campo. A diretoria não confirma contato com nenhum nome.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget