Chegada de Noval alivia clima no Flamengo e Lomba ganha crédito

ESPORTE INTERATIVO: A chegada de Carlos Noval representou mudanças não só na diretoria do Flamengo, mas também no dia a dia do clube. Na resenha entre os funcionários é consenso que a saída de Rodrigo Caetano fez bem para o ambiente de todos no Ninho do Urubu.

A transformação não parou por aí. Com a chegada de Noval, Ricardo Lomba também está "mais à vontade" dentro do clube e principalmente com os jornalistas. Como o novo diretor de futebol tem um estilo mais tímido e dificilmente atende à imprensa, o vice-presidente "assumiu" o papel de falar com os jornalistas.

Carlos Noval e Marcelo Lomba no Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
Clima mais ameno no Ninho do Urubu:

A saída de Rodrigo Caetano representou muito mais que mudança na diretoria do Flamengo, mas significou também mais liberdade aos funcionários do clube. No Ninho do Urubu, por exemplo, os colaboradores não podiam almoçar no refeitório no mesmo momento em que os jogadores estivessem por lá. Esse era um pedido do antigo diretor de futebol, que tentava blindar ao máximo os atletas.

De forma informal, a reportagem conversou com alguns funcionários, e todos, sem exceção, disseram que a saída de Rodrigo Caetano melhorou o ambiente no Ninho do Urubu.

Ricardo Lomba mais presente e à vontade:
Outra mudança é a postura de Ricardo Lomba. Na 'era Rodrigo Caetano', o vice-presidente dificilmente tinha as respostas para as perguntas dos jornalistas e sempre pedia para falar com Rodrigo Caetano. Após a chegada de Noval, Lomba é visto com mais frequência no clube e está mais por dentro dos assuntos que envolvem o Flamengo.​

Noval vai ser preparado para atender os jornalistas:

Diferente de Rodrigo Caetano, Carlos Noval não se sente à vontade para falar com a imprensa (ainda). Dificilmente ele atende às ligações dos jornalistas e, quando acontece, diz que está em reunião. O novo diretor de futebol é uma pessoa tímida e vai passar por um media training com a assessoria pessoal para ficar preparado para tais situações.

Mudanças também para os jornalistas:

Nesta quarta-feira (11), o 'efeito Noval' ficou mais nítido. A coletiva de imprensa, que acontecia apenas após o treinamento com portões fechados, rolou antes da atividade. Em seguida, os jornalista puderam acompanhar cerca de 20 minutos do treino de Barbieri.

Ricardo Lomba também está "mais à vontade" dentro do clube e principalmente com os jornalistas.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget