É certo que Renato treinará o Flamengo

Voltar ao Rio, cidade que tomou para si, seu verdadeiro lar, espaço da sua família. Viver no centro da maior vitrina do país.

ZERO HORA: Por LUIZ ZINI PIRES

Nesta quarta-feira (04), no gramado da Arena, os gremistas farão novas reverências ao treinador Renato Portaluppi, 55 anos, antes, durante e depois do jogo pela Libertadores. Repetirão a cena na tarde de domingo (08), na decisão do Gauchão, no Estádio Bento Freitas, em Pelotas.

Pedirão que não vá. Que fique onde está.

Renato é ídolo número 1 de milhões de tricolores. Ele diz que é gremista - e é -, mas tem um sonho: treinar o Flamengo, camiseta que honrou em uma elogiada etapa da vida como jogador. Atuou ao lado de Zico, um lenda.

Renato Gaúcho interessa ao Flamengo - Foto: Divulgação
O treinador tem expectativas, acredita no seu trabalho, pensa no futuro e o seu amanhã, ao menos na cabeça dele, é treinar a Seleção Brasileira. Um bom trabalho no Flamengo é um atalho para o cargo, caso Tite busque outros voos.

Não é o dinheiro, milhões mensais, que fará Renato trocar de endereço. Seu salário é fabuloso, fala-se em R$ 700 mil mensais. É o sonho, desejo.

Polivalente, Ramiro vira arma na bola parada para o Grêmio

Treinar o Flamengo é comandar o time mais popular do Brasil, mais de 30% do total dos brasileiros. Voltar ao Rio, cidade que tomou para si, seu verdadeiro lar, espaço da sua família. Viver no centro da maior vitrina do país.

Há uma grande dúvida na cabeça do profissional Renato. Ficar, treinar um time pronto, capaz de disputar títulos na temporada, ou começar um trabalho no Flamengo. O clube fará uma eleição presidencial no final do ano. A atual direção não pode oferecer um contrato de dois, três anos, ao gaúcho de Guaporé.  Deverá contara o treinador na semana que vem depois do Gauchão, se é que já não falou de maneira extraoficial.

É certo que Renato treinará o Flamengo.  Na semana que vem, a partir de maio ou em 2018. Resta saber quando, a data exata. Renato é um dos profissionais mais valorizados do Brasil. Não é seu "gremismo" que vai amarrá-lo na Arena – nem seus títulos em nome do Grêmio.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget