Flamengo não joga nada e volta a empatar com o Santa Fe

Com 6 pontos no Grupo 4, o Rubro-negro precisa de pelo menos uma vitória e um empate nos dois últimos jogos para buscar a classificação.

UOL: O cenário já era complicado antes do jogo. Depois, ficou ainda pior. De mãos dadas com o fantasma da eliminação precoce na Copa Libertadores - rotina nas últimas participações -, o Flamengo teve mais uma atuação ruim e apenas empatou com o Santa Fe-COL por 0 a 0, nesta quarta-feira (25), fora de casa. O time ficou em situação delicada na principal competição do continente.

Com apenas seis pontos no Grupo 4, o Rubro-negro precisa de pelo menos uma vitória e um empate nos dois últimos jogos para buscar a classificação. O primeiro será contra o Emelec-EQU, 16 de maio, no Maracanã. O último diante do River Plate-ARG, dia 23 de maio, em Buenos Aires. O panorama complicado apenas reflete o momento de indefinição que o departamento de futebol atravessa por conta das recentes mudanças e improvisações.

Vinicius Júnior em Santa Fe x Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
Jogadores do Flamengo não param em pé

Em um primeiro tempo de poucas emoções, o destaque envolveu a dificuldade dos jogadores do Flamengo de ficarem em pé. Eles escorregaram com frequência no gramado do El Campín. O campo apresentou boa qualidade, mas as travas de borracha das chuteiras dos brasileiros não deram conta. Algumas jogadas foram desperdiçadas por conta disso.

Dourado faz pênalti, mas árbitro ignora para sorte do Flamengo

Aos 33min, o árbitro uruguaio Daniel Fedorczuk ignorou pênalti claro para o Santa Fe. Depois de jogada na área, o atacante Henrique Dourado tocou com o braço na bola. A torcida reclamou, os jogadores foram mais tímidos, mas o jogo seguiu para a sorte do Rubro-negro.

Santa Fe é melhor; Fla sofre sem último passe

Apesar de um primeiro tempo sem chances concretas de gol, o Santa Fe se aproximou mais de abrir o placar e fez valer o fator casa nas falhas de cobertura do sistema defensivo do Flamengo, principalmente em relação aos laterais. Já os cariocas sofreram demais sem o último passe. Diego não funcionou, assim como Lucas Paquetá. Vinicius Júnior foi quem mais buscou o jogo pela ponta esquerda. O camisa 20, no entanto, pouco ofereceu perigo.

Flamengo piora no segundo tempo

Se a atuação na primeira etapa já não foi das melhores, a performance do Rubro-negro no segundo tempo esteve ainda pior. O Flamengo não teve aproximação entre os setores, mostrou total falta de planejamento tático e ainda se mostrou satisfeito com o empate em diversos momentos. A impressão era a de que um gol só sairia em caso de falhas do Santa Fe.

Classificação rubro-negra fica difícil

Com seis pontos, o Flamengo é líder provisório do Grupo 4 da Copa Libertadores. Nas contas do departamento de futebol, a equipe precisa de pelo menos dez pontos para conquistar a vaga nas oitavas de final. O Rubro-negro, no entanto, não pode mais perder e precisa arrancar pontos do River Plate fora de casa na última rodada. O panorama é delicado, e o clube da Gávea corre o risco de repetir o filme das últimas participações na competição: eliminações na primeira fase em 2012, 2014 e 2017.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget