Flamengo segue sem técnico, limitado e preguiçoso.

Baribieri deu mais uma prova contra o América de sua incapacidade para ser técnico. Erra em coisas óbvias e mexe muito mal no time.

BRUNO VOLOCH: O clima festivo por causa da despedida de Julio Cesar fez com que a má atuação do Flamengo na vitória contra o América passasse despercebida.

O goleiro deixou o campo ovacionado pela torcida. Tudo muito bonito e comovente. Se vai deixar saudade é outra questão. Tinha gente inclusive defendendo que Julio fosse mantido como titular no lugar de Diego Alves.

Não seria, aparentemente, uma má ideia.

E o futebol?

Bem, nesse aspecto o Flamengo continua devendo e preocupando o torcedor.

Geuvânio durante Flamengo x América-MG - Foto: Gilvan de Souza
Venceu e não convenceu. Levou o maior sufoco no segundo tempo e o tal de Maurício Barbieri se mostra completamente despreparado para ser o treinador do Flamengo.

Ganhou por causa individualidade de Vinicius Jr, sacrificado inacreditavelmente no segundo tempo, e da competência de Henrique Dourado para bater pênalti.

Baribieri deu mais uma prova contra o América de sua incapacidade para ser técnico. Erra em coisas óbvias e mexe muito mal no time.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget