Gazeta do Povo volta a acusar Flamengo de favorecimento da CBF

Atlético-MG e Fluminense também carregam benefícios na tabela do Nacional. Ambos atuam 6 vezes em suas cidades em 7 rodadas seguidas.

GAZETA DO POVO: Dois dos candidatos ao título do Brasileirão 2018, Flamengo e Palmeiras são beneficiados pela tabela na dura corrida pela taça. A avaliação é do engenheiro Horácio Nelson Wendel, técnico especialista na formatação de disputas esportivas.

“O Flamengo joga seis vezes no Rio de Janeiro em sete rodadas seguidas, entre as rodadas 8 e 14, um impulso importante na metade do primeiro turno”, comenta Wendel, um dos mentores das primeiras configurações do Nacional por pontos corridos, em 2003.

Foto: Screenshot / Gazeta do Povo 2017
O analista destaca ainda a “ajuda” ao Palmeiras:

“O Palmeiras tem cinco jogos em São Paulo em seis rodadas seguidas, entre as rodadas 2 e 7, e repete cinco jogos seguidos em São Paulo em seis rodadas seguidas, entre as rodadas 27 e 32, um bônus nos dois turnos”.

Além da dupla, que desponta com dois dos elencos mais fortes do país atualmente, Atlético-MG e Fluminense também carregam benefícios na tabela do Nacional. Ambos atuam seis vezes em suas cidades em sete rodadas seguidas.

Ao todo, a tabela do Brasileirão 2018 tem 104 erros. São 42,5% a mais de erros em relação aos 73 de 2017. Análise de Wendel que é amparada por uma série de critérios explicados abaixo.

ENTENDA OS ERROS DA TABELA DO BRASILEIRÃO

Horácio Nelson Wendel analisa os equívocos de acordo com os critérios. Confira:

Critério 1
Nas dez primeiras rodadas, os dez melhores clubes do ano passado jogam contra os seis piores e contra os quatro admitidos da Série B, com exceção dos clássicos locais. Com isso, cria-se um funil ao final da rodada 10, com mais clubes nas primeiras posições, com pequena diferença de pontos entre eles. Nas nove últimas rodadas, os 10 melhores do ano anterior jogam entre si em busca do título, e os dez piores jogam entre si para fugir do rebaixamento.

A CBF não usa este critério, por falta de metodologia, e porque não acredita nele. Será o oitavo ano consecutivo em que o campeão brasileiro será conhecido antes da última rodada, porque a tabela facilita que algum clube dispare.

Critério 2
Nas duas primeiras rodadas de cada turno, cada clube joga uma vez em casa e uma vez fora de casa.

Não há erros na tabela da CBF neste critério.

Critério 3
Nas duas últimas rodadas de cada turno, cada clube joga uma vez em casa e uma vez fora de casa.

Não há erros na tabela da CBF neste critério.

Critério 4
Quem joga em casa na última rodada do turno, joga fora de casa na primeira rodada do returno, ou vice-versa.

Não há erros na tabela da CBF neste critério.

Critério 5
Quem joga a primeira partida do campeonato em casa, joga a última partida do campeonato fora de casa, e vice versa.

Não há erros na tabela da CBF neste critério.

Critério 6
Em cidades ou regiões com dois clubes, quando um clube joga em casa, o outro clube joga fora de casa. Ou em cidades com quatro clubes, em todas as rodadas dois clubes jogam em casa, e outros 2 clubes jogam fora de casa.

Ceará e Sport jogam juntos em casa nas rodadas 2, 18, 20 e 38: 4 erros.

Ceará e Sport jogam juntos fora de casa nas rodadas 1, 19, 21 e 37: 4 erros.

Três clubes paulistas jogam em casa e um clube paulista joga fora de casa, nas rodadas 1, 19, 21 e 37: 4 erros.

Um clube paulista joga em casa e três clubes paulistas jogam fora de casa, nas rodadas 2, 18, 20 e 38: 4 erros.

É a primeira vez no torneio de pontos corridos, que a CBF comete erro neste critério, quando Rio e São Paulo têm numero par de clubes.

Total de erros: 16.

Critério 7
Sempre em duas rodadas seguidas, dois clubes de uma mesma cidade ou região recebem e visitam dois clubes de uma outra mesma cidade ou região.

A CBF não usa este critério, por falta de metodologia, provocando erros nos dois critérios seguintes.

Critério 8
Na rodada 18 (penúltima do primeiro turno), todos os clubes deverão ter jogado nove vezes em casa e nove vezes fora de casa, para que na última rodada, 50% dos clubes façam uma partida a mais em casa, e 50% dos clubes façam uma partida a mais fora de casa.

Na tabela da CBF, na rodada 18, jogam 10 vezes em casa e 8 vezes fora de casa, com um erro:

Atlético-MG – Paraná – Bahia – Ceará – Flamengo – Grêmio: 5 erros.

Na tabela da CBF, na rodada 18, jogam oito vezes em casa e dez vezes fora de casa, com 1 erro:

Cruzeiro – Atlético-PR – São Paulo – Botafogo – Internacional: 5 erros.

Total de erros neste critério: 10.

Critério 9
Em cada turno, cada clube joga nove vezes em casa, nove vezes fora de casa, e o clássico local ou regional.

Não há erros na tabela da CBF neste critério.

Critério 10
No Rio e São Paulo, em cada turno, cada clube joga oito vezes em casa, oito vezes fora de casa e os 3 clássicos locais.

Não há erros na tabela da CBF neste critério.

Critério 11
Nas duas primeiras rodadas de cada turno, não há clássicos locais, nem clássicos Rio-São Paulo.

Na tabela da CBF, há dois clássicos Rio-São Paulo nas rodadas 1 e 20: 4 erros.

Critério 12
Nas duas últimas rodadas de cada turno, não há clássicos locais, nem clássicos Rio-São Paulo.

Na tabela da CBF, há um clássico Rio-São Paulo nas rodadas 18 e 37: 2 erros.

Critério 13
Os 28 clássicos Rio-São Paulo de cada turno, são disputados dois clássicos por rodada, durante 15 rodadas seguidas, entre as rodadas 3 e 17, por uma distribuição simétrica para o público e para a televisão.

Não há clássicos Rio-São Paulo nas rodadas 4, 7, 11, 23, 26 e 30: 12 erros.

Há 3 clássicos Rio-São Paulo nas rodadas 9 e 28: 2 erros.

Há 4 clássicos Rio-São Paulo nas rodadas 13 e 32: 4 erros.

Total de erros neste critério = 18

Critério 14
Os 66 clássicos de cada turno, entre clubes de Rio, São Paulo, Belo Horizonte e Porto Alegre, são disputados quatro clássicos por rodada, durante 15 rodadas seguidas, entre as rodadas 3 e 17, por uma distribuição simétrica para o público e para a televisão, num total de 60 jogos. Os seis jogos restantes são jogados nas rodadas 18-19 (sem clássicos locais, nem clássicos Rio-São Paulo).

Há dois clássicos nas rodadas 1, 2, 20 e 21: 8 erros.

Há cinco clássicos nas rodadas 3, 10, 13, 22, 29 e 32: 6 erros.

Há três clássicos nas rodadas 5, 6, 7, 8, 9, 12, 16, 24, 25, 26, 27, 28, 31 e 35: 14 erros.

Há dois clássicos nas rodadas 11 e 30: 4 erros.

Total de erros neste critério: 32.

Critério 15
Cada clube joga no máximo duas vezes seguidas fora de casa.

Não há erros na tabela da CBF neste critério.

Critério 16
Cada clube joga no máximo duas vezes seguidas em casa ou na sua cidade.

Jogam três vezes seguidas em sua cidade:

Internacional nas rodadas 7, 8 e 9: 1 erro.

Grêmio nas rodadas 24, 25 e 26: 1 erro.

Cruzeiro nas rodadas 4, 5 e 6: 1 erro.

Cruzeiro nas rodadas 30, 31 e 32: 1 erro.

Atlético-MG nas rodadas 23, 24 e 25: 1 erro.

Vitória nas rodadas 13, 14 e 15: 1 erro.

Bahia nas rodadas 32, 33 e 34: 1 erro.

Palmeiras nas rodadas 5, 6 e 7: 1 erro.

Corinthians nas rodadas 24, 25 e 26: 1 erro.

São Paulo nas rodadas 8, 9 e 10: 1 erro.

Fluminense nas rodadas 5-6-7= 1 erro

Botafogo nas rodadas 23, 24 e 25: 1 erro.

Vasco nas rodadas 4, 5 e 6: 1 erro.

Flamengo nas rodadas 24, 25 e 26: 1 erro.

Jogam quatro vezes seguidas em sua cidade:

Atlético MG nas rodadas 9, 10, 11 e 12: 2 erros.

Palmeiras nas rodadas 27, 28, 29 e 30: 2 erros.

Flamengo nas rodadas 8, 9, 10 e 11: 2 erros.

Fluminense nas rodadas 27, 28, 29 e 30: 2 erros.

Total de erros neste critério = 22

Se em cidades com dois ou quatro clubes, Paraná e Atlético-PR não têm erro neste critério, mostra que a CBF não tem método para evitar erros nas cidades de Porto Alegre, Belo Horizonte, Salvador, São Paulo e Rio de Janeiro.

TOTAL DE ERROS NA TABELA DO BRASILEIRÃO 2018
104 erros (27,4% do total de 380 jogos)


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget