Henrique Dourado, do Flamengo, integra Seleção da 2ª Rodada

FUTEBOL INTERIOR: Saiu a segunda seleção FI do Campeonato Brasileiro 2018. E ela vem recheada de craques por começa com Gatito Fernandez, o monstro do Botafogo, como camisa 1. Ele tem a companhia de Pedro Geromel, Rodrigo Caio, dois nomes cotados na Seleção Brasileira, Rodriguinho, Henrique Dourado e Ricardo Oliveira.

O destaque ficou mesmo para o Corinthians, que goleou o Paraná por 4 a 0, fora de casa. Flamengo e Atlético Mineiro também venceram na rodada e buscam arrancar no Brasileirão. O Palmeiras conquistou os três pontos, mas ainda não encantou, fazendo uma partida modéstia, apenas.

Henrique Dourado durante Flamengo x América-MG - Foto: Gilvan de Souza
O técnico escolhido para comandar a equipe foi Fábio Carille, que novamente aparece como um dos favoritos para levantar a taça no final do ano. Guto Ferreira, do Bahia, e Abel Braga, do Fluminense, também se destacaram.

Confira a seleção FI da segunda rodada:

Goleiro: Gatito Fernandez (Botafogo)

Um monstro! O Sport poderia ter goleado o Botafogo se não fosse a atuação de Gatito Fernandéz. Ele fez defesas incríveis garantindo o empate por 1 a 1, na Ilha do Retiro. Saiu de campo como o grande herói do torneio e ganhou um lugar na seleção FI no último minuto na briga com Vanderlei, do Santos.

Lateral: Ayrton Lucas (Fluminense)

Revelado na base do ABC, o lateral tem se mostrado uma grata surpresa no Fluminense. Assim como em jogos anteriores, foi um dos mais acionados no time e serve como uma válvula de escape pela esquerda. Atuando mais adiantado, graças ao esquema com três zagueiros, teve liberdade para chegar ao ataque e ajudar o meio-campo.

Zagueiro: Pedro Geromel (Grêmio)

Destoa dos demais zagueiros do futebol brasileiro. O experiente Pedro Geromel controlou o setor de marcação do Grêmio e conseguiu dar segurança para garantir o empate sem gols contra o Atlético-PR. Ele sofreu para marcar o sistema de jogo envolvente do adversário, mas conseguiu salvar um gol incrível, que lhe rendeu elogios nas arquibancadas.

Zagueiro: Rodrigo Caio (São Paulo)

Diante de um Castelão lotado, não se intimidou e fez uma partida muito segura. Se destacou, principalmente, por conta da grande entrega dentro de campo, que ficou evidente quando seguiu jogando mesmo depois de ter sentindo uma lesão. No fim do jogo, estava visível o quanto estava sentido dores.

Lateral: Sidcley (Corinthians)

Fez um dos das suas melhores exibições com a camisa do Corinthians. Participou dos lances de ataque, deu trabalho para a marcação e ainda corou o domingo com um gol, que ajudou na goleada por 4 a 0 em cima do Paraná fora de casa. Participou também do primeiro gol, quando articulou a jogada que acabou com o gol de Rodriguinho.

Volante: Élton (Bahia)

Teve uma boa atuação na marcação, dificultando muito para o setor ofensivo do Santos. Fez uma partida muito consistente e equilibrada. Além disso, deu a assistência para o gol da vitória tricolor, com um passe inteligente de calcanhar após cobrança de escanteio.

Volante: Pio (Ceará)

Teve liberdade para subir o ataque e o fez com qualidade, ao mesmo tempo em que eficiente ao compor a linha defensiva.Levou perigo em cobranças de falta próximas da área, algumas vezes em jogadas ensaiadas bem articuladas, que não terminaram em gol por meros detalhes.

Meia: Otero (Atlético-MG)

Foi um dos jogadores que mais buscou jogo na vitória pro 2 a 1 em cima do Vitória, mas sofreu com a sua falta de sorte: isso porque mandou duas bolas na trave e ficou muito perto de fechar a tarde de domingo em alta, mas acabou deixando essa posição para Roger Guedes e Ricardo Oliveira, autores dos gols.

Meia: Rodriguinho (Corinthians)

Rodriguinho vem sendo o cara do Campeonato Brasileiro. Há quem diga que carimbou sua vaga para a Copa do Mundo da Rússia. Ele vem sendo a principal referência do Corinthians, campeão paulista, que vem novamente sobrando no Brasileirão. Na goleada por 4 a 0 para cima do Paraná fez a diferença. Olhe nele, Tite!

Atacante: Ricardo Oliveira (Atlético-MG)

Além de Otero, Ricardo Oliveira brilhou no triunfo por 2 a 1 para cima do Vitória. O artilheiro estava inspirado. Além de deixar o seu no início do primeiro tempo, deu bela assistência para Roger Guedes confirmar os três pontos para o Galo. Ele é veterano, mas ainda segue um dos melhores 9 do futebol brasileiro.

Atacante: Henrique Dourado (Flamengo)

A despedida foi do goleiro Júlio César, mas foi Henrique Dourado quem roubou a cena. O Ceifador foi o destaque da vitória do Flamengo por 2 a 0 para cima do América Mineiro. O atacante cobrou mais um pênalti com perfeição e deixou a sua marca em outra oportunidade, fazendo jus às expectativas do Mengão, que o tiraram para ser o novo 9 na temporada 2018.

Técnico: Fábio Carille (Corinthians)

Carille quer ser campeão de tudo pelo Corinthians.Mesmo perdendo peças importantes, segue realizando um grande trabalho, sabendo tirar o melhor de cada jogador que tem em mãos. Na goleada diante do Paraná, soube mostrar várias variações táticas, que lhe trouxeram um placar elástico, sob a batuta de Rodriguinho. O clube paranaense não esquecerá o resultado dessa partida, em plena Vila Capanema, tão cedo.

O atacante cobrou mais um pênalti com perfeição e deixou a sua marca em outra oportunidade.


Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget