Lomba aprova protestos, mas reprova violência da torcida

O Flamengo sempre respeitará o direito de seu torcedor em expressar insatisfação.

SPORTV: Após confusão no embarque da delegação do Flamengo no aeroporto do Galeão na noite desta sexta-feira, o vice-presidente de futebol, Ricardo Lomba, criticou a truculência dos torcedores, que protestavam contra o desempenho do time nos últimos jogos. Em participação via telefone no Troca de Passes, o dirigente, que não embarcou para Fortaleza, onde o Rubro-Negro enfrenta o Ceará no próximo domingo afirmou, contudo, que os protestos são válidos desde que sem violência.

- Acho que qualquer manifestação da torcida desde que não seja na base da violência é legítima. O torcedor é soberano. Está ali para apoiar para torcer, incentivar, mas também para cobrar. Eu acho que é legítimo. O torcedor não está satisfeito. Está se sentindo de alguma forma não representado. Ótimo, beleza, vamos protestar, vamos nos indignar, mostrar nossa insatisfação. Mas não pode ser do jeito que foi, com intimidação, violência. Assim as coisas não funcionam e não levam a lugar nenhum.

Foto: Reprodução
O principal alvo dos torcedores no Galeão foi o meia Diego. Do ônibus até a área de embarque do aeroporto ele teve de ser escoltado por seguranças e funcionários do clube, que tentavam romper uma barreira dos flamenguistas que protestavam enfurecidos e começaram um empurra-empurra. William Arão foi outro alvo de hostilidades.

O ambiente do Flamengo começou a pesar depois do empate por 0 a 0 diante do Indepiendente Santa Fé, na Colômbia. Apesar de o resultado não ser dos piores, o desempenho do time foi considerado apático pelos torcedores. Desde então, houve outros protestos, como pichações na sede da Gávea e no CT do Ninho do Urubu.

Clube emite nota repudiando vandalismo

"O Flamengo vem a público protestar contra a atitude absurda de alguns torcedores organizados, que estiveram no aeroporto internacional Tom Jobim para intimidar e tentar agredir nossos atletas no embarque para a partida contra o Ceará no próximo domingo, pelo Campeonato Brasileiro.

O Flamengo sempre respeitará o direito de seu torcedor em expressar insatisfação. Porém, o clube jamais vai aceitar atos de intimidação como estes, que se tornaram uma realidade infeliz no futebol brasileiro.

Tentativas de agressão, verbais ou físicas, no ambiente de trabalho de qualquer profissional são inadmissíveis."


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget