Marquinhos lamenta derrota: "Muito longe do que é o Flamengo"

E o Mogi só correndo. Fomos buscar jogo onde não tinha mais jogo - garantiu Marquinhos logo após a partida.

GLOBO ESPORTE: O Flamengo não conseguiu segurar o ímpeto do Mogi e no ataque esteve longe de ser eficiente. Derrotado por 79 a 62 no jogo 1 da semifinal do NBB, no interior de São Paulo, o Rubro-Negro tem agora duas partidas no Rio de Janeiro para tentar a virada na série. O primeiro deles será na sexta-feira, dia 4, às 20h, na Arena Carioca 1, e para o ala Marquinhos, a equipe precisa se apresentar de forma muito diferente caso não queira se complicar no mata-mata diante do vice-campeão da última Liga das Américas.

- Não viemos preparados para disputar cada bola. Ofensivamente muito aquém do que é o nosso time, procurando as piores soluções no ataque. Isso não é o nosso time. Esse estilo de jogo contra um time que defende bem e corre rápido custa caro como foi. Tem que ser bem diferente. Lutamos boa parte do campeonato para ter a torcida do nosso lado. É jogar melhor e tentar sair vitorioso no próximo. Temos uma semana de trabalho, tentar ver, está muito longe do que é o Flamengo. Defensivamente, acho que foi uma das piores partidas. E ofensivamente não procuramos o passe a mais. Jogamos a partida quase sempre atrás. Tendo que pegar no primeiro passe e definir com pressão. Não tivemos êxito com essas bolas. E o Mogi só correndo. Fomos buscar jogo onde não tinha mais jogo - garantiu Marquinhos logo após a partida.

Foto: Antonio Penedo
O ala, maior cestinha do NBB até aqui, espera que a defesa funcione melhor, mas garante que se havia um jogo para sair derrotado, era esse.

- A defesa é o que dá energia para a gente. Mogi veio com uma tática com cinco caras abertos, a defesa trocando. Não conseguimos ter êxito. Vamos para casa, ver o que fizemos de errado, sentar, estudar o vídeo, ter calma, confiança. A primeira partida fora de casa é a que poderíamos perder. Vamos fazer de tudo para vencer as duas próximas para não voltar para aqui pressionados - explica Marquinhos.

Flamengo e Mogi voltam a se enfrentar na próxima sexta-feira, dia 4 de maio, às 20h, na Arena Carioca 1, pelo jogo 2 da série. Desta vez o Rubro-Negro terá a torcida a seu favor para tentar se recuperar e também poderá treinar por uma semana quase para fazer ajustes. Marquinhos quer que a equipe esqueça o que já passou.

- Já virou a chave. Esse jogo já ficou para trás. Não vamos mais ganhar esse jogo. Ficamos em primeiro para jogar dentro de casa, para estar ao lado da nossa torcida, onde jogamos bem. Só tivemos uma derrota no campeonato. E vamos fazer de tudo para continuar nesse clima, confiante porque temos condições de sairmos vitoriosos lá.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget