"Não tem gestor melhor que o Caetano", diz Carpegiani

Carpegiani comandou o Flamengo em pouco mais dois meses. Nesta terceira passagem, ele foi técnico do Rubro-negro em 17 partidas.

O DIA: Demitido do Flamengo, após a eliminação na semifinal do Carioca, Paulo César Carpegiani acredita em um equívoco da diretoria do clube carioca. Além dele, deixaram o clube membros da comissão técnica e dirigentes. Na opinião do ex-técnico, houve uma "terra arrasada" desnecessária, após a derrota para o Botafogo, na última quarta-feira.

"Na minha opinião, houve uma precipitação. Não sei em que momento as coisas do passado estavam, mas pelas próprias declarações, você nota que já havia a possibilidade de uma saída. Não sei por quê. O Rodrigo, como gestor, pode ter igual, mas melhor não tem. Com toda a certeza te digo. Tudo ficava nele. Um profissional excepcional", afirmou em entrevista ao programa "Seleção SporTV".

Foto: Gilvan de Souza
Carpegiani comandou o Flamengo em pouco mais dois meses. Nesta terceira passagem, ele foi técnico do Rubro-negro em 17 partidas. Foram 11 vitórias, três empates e três derrotas. A equipe carioca conquistou a Taça Guanabara.

"Sinceramente ainda não me caiu a ficha. Cheguei 7 de janeiro. Tinham apenas sete jogadores, sendo dois goleiros. O elenco se apresentou 13 de janeiro por causa da Sul-Americana. Para início de campeonato, tivemos que recorrer à molecada que estava em São Paulo (na Copinha)", disse.



Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget