Palmeiras volta à CBF para pedir árbitro de vídeo no Brasileirão 2018

BLOG DO PVC: A maior vítima da arbitragem na primeira rodada do Brasileirão foi o Flamengo. Apesar de ter seu segundo gol após impedimento de William Arão, o pênalti mal marcado e a expulsão de Éverton Ribeiro, aos 12 minutos do primeiro tempo, diminuíram muito a chance de triunfar em Salvador contra o Vitória.

Depois do empate por 2 x 2 na estreia no Brasileirão, não foi o Flamengo, mas o Palmeiras, quem reabriu a discussão para ter árbitro de vídeo ainda neste Brasileirão. O presidente do clube paulista, Maurício Galiotte, visita a CBF no almoço desta segunda-feira.

''Sempre vou à CBF nos dias em que o Palmeiras joga no Rio de Janeiro. Minha pauta é a questão do árbitro de vídeo. Pela terceira vez, peço a inclusão da arbitragem eletrônica'', diz o dirigente palmeirense.

Foto: Divulgação
''A questão não é o preço. Muito mais caro é a perda de credibilidade'', argumenta Galiotte.O tomar conhecimento da visita de Galiotte, o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, engrossou o coro: 

''Não é porque já se discutiu que não devemos voltar a discutir. Acho também que devemos voltar ao tema'', defendeu o presidente rubro-negro, que já havia deixado sua posição favorável à arbitragem eletrônica na reunião do Conselho Técnico e depois da partida contra o Vitória.

É muito difícil que o pedido seja atendido imediatamente. A CBF prepara a inclusão do árbitro eletrônico nas oitavas-de-final da Copa do Brasil, que se iniciará no dia 25 de abril e terminará no dia 23 de maio. A ideia é avaliar o sucesso da arbitragem eletrônica no mata-mata nacional.

Depois disso, não há ainda a ideia de se reabrir a discussão do árbitro de vídeo. Mas é possível, desde que se rediscuta a questão econômica. A CBF entende que não deve pagar os custos da implantação do projeto, porque não tem arrecadação com a Série A. Na reunião do Conselho Técnico, apenas sete clubes foram favoráveis à implantação a partir do segundo turno do Brasileirão: Bahia, Botafogo, Chapecoense, Flamengo, Grêmio, Internacional e Palmeiras.

A sequência de erros de arbitragem em lances não interpretativos, como o do pênalti de Éverton Ribeiro, só levará à uma nova discussão se alguém pedir o debate. O Palmeiras já pediu.

Depois do empate por 2 x 2 na estreia no Brasileirão, não foi o Flamengo, mas o Palmeiras, quem reabriu a discussão.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget