Santos pede Willian Arão e R$ 16 milhões ao Flamengo por Zeca

A primeira reação do Fla foi de espanto. Se dependesse de Rodrigo Caetano, ex-diretor-executivo de futebol, tal modelo de negócio não avançaria.

JORGE NICOLA: Depois de passar vários dias exigindo € 7 milhões (R$ 28,7 milhões) para negociar Zeca, o Santos mudou sua pedida para liberar o lateral-esquerdo para o Flamengo. O presidente José Carlos Peres topa receber € 4 milhões (R$ 16,3 milhões) desde que o Rubro-Negro inclua o volante Willian Arão em definitivo na transação.

A primeira reação do Fla foi de espanto. Se dependesse de Rodrigo Caetano, ex-diretor-executivo de futebol, tal modelo de negócio não avançaria. Mas, com as mudanças na Gávea que envolveram as demissões de Rodrigo Caetano e do técnico Paulo César Carpegiani, o Peixe ainda não recebeu uma resposta.

Zeca, jogador do Santos - Foto: Ivan Storti
Há quem aposte na Vila Belmiro que o Internacional está se tornando o favorito para ficar com Zeca. As conversas com o Colorado seguem padrão parecido – cessão de um jogador e dinheiro pelo lateral-esquerdo. O atleta em questão já está definido: Eduardo Sasha. O atacante, que está emprestado ao Peixe, teria seus direitos econômicos repassados ao Santos.

Resta um acordo financeiro entre Peixe e Inter. Embora não confirme, o presidente santista sonha com um valor parecido ao pedido para os flamenguistas, na casa dos R$ 16 milhões.

O curioso é que o Inter já conta com dois laterais-esquerdos: Iago, que é titular absoluto e um dos destaques do time na temporada, e Uendel, contratado junto ao Corinthians com moral. Zeca poderia ser utilizado como lateral-direito, posição extremamente carente no Beira-Rio, ou brigaria com Uendel pela vaga na esquerda imaginando que Iago tem boas chances de ser vendido para o exterior em julho – ele já recebeu duas sondagens.

Novela antiga

Zeca não joga uma partida profissional desde 22 de outubro. Pouco depois da vitória por 1 a 0 contra o Atlético-GO, ele entrou com ação na Justiça contra o Santos e nem deu mais as caras na Vila Belmiro. Em janeiro, o lateral chegou a acertar salários e tempo de contrato com o Fla, mas o departamento jurídico rubro-negro melou o acerto na última hora – havia a preocupação de que Zeca perdesse o processo para o Santos.

A situação se repetiu no mês passado. O Corinthians chegou a submeter Zeca a exames médicos, o colocou para treinar no CT do Parque Ecológico e até provocou o rival no Twitter. Mas desistiu da contratação pelo mesmo motivo do Flamengo.

Zeca se viu obrigado a recuar e conversa há pelo menos três semanas com o Santos para que ocorra uma venda. Quem pode se dar mal na história é a OTB Sports, empresa que cuida da carreira do lateral. No mercado, especula-se que o lateral está conversando com outros agentes porque pensa em romper seu contrato com os empresários Bruno Paiva e Marcelo Goldfarb, da OTB.




Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget