Sensação do Brasileiro de 2016, Marinho vive jejum de gols na China

Um dos motivos que a torcida do Flamengo, vira e mexe, usa como argumento para ele voltar ao Brasil e vestir a camisa do clube.

EXTRA GLOBO: No Brasileiro de 2016, o Vitória lutou até a última rodada para não ser rebaixado. Mesmo assim, Marinho foi a grande sensação da equipe baiana e quase foi eleito o craque da competição. Sondado por Flamengo, Grêmio, Botafogo e Santos, o meia preferiu assinar com o Changchun Yatai, da China, em janeiro do ano passado. Na primeira temporada, foram três gols em 17 jogos. No entanto, a boa fase parece ter ficado para trás e o jogador vive um grande jejum de gols.

Em 2018, Marinho só entrou em campo em duas das seis rodadas do Campeonato Chinês, e soma apenas 155 minutos jogados, ou seja, nem mesmo duas partidas completas. Foi substituído nas duas vezes que atuou como titular, diante do Beijing Renhe (66 minutos) e do Henan Jianye (89 minutos). Já os gols.... nada de o meia balançar as redes desde o dia 4 de novembro de 2017, na vitória por 2 a 1 sobre o Beijing Guoan, pelo Campeonato Chinês.

Foto: Divulgação
Atualmente, o seu time ocupa apenas a 13ª colocação no torneio, com cinco pontos em 18 disputados, duas posições acima da zona do rebaixamento. Um dos motivos que a torcida do Flamengo, vira e mexe, usa como argumento para ele voltar ao Brasil e vestir a camisa do clube.

“Vem para o Flamengo #marinhonoflamengo”, “Mito! Dimarinho!”, “Quando vem pro Mengão?”, “Monstro, saudações rubro-negras” foram alguns dos comentários dos fãs nas publicações do jogador no Instagram.

No ano passado, em entrevista ao canal “Espn Brasil”, Marinho afirmou que das ofertas que chegaram, a que esteve mais próxima de se concretizar foi a do clube da Gávea.

"Eu fiquei muito perto do Flamengo. Eles queriam pagar um valor e oferecer jogadores, mas o Vitória não queria. Como eu tinha saído do Cruzeiro, que tinha 30% do meu passe, o Vitória queria receber o valor integral da minha multa. Eu fiquei muito feliz com o interesse desses times. Acabei vindo para a China porque a proposta era muito boa. Mas foi uma decisão da qual não tenho arrependimento", disse ao canal de TV.



Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget