Torcedores do Flamengo picham a Gávea: "Não somos empresa"

Houve ofensas contra o time e críticas a alguns jogadores e dirigentes.

UOL: Os muros da Gávea foram pichados na madrugada desta quinta-feira, pouco tempo depois do empate do Flamengo por 2 a 2 com o Santa Fe, pela Libertadores. Os alvos: o presidente Eduardo Bandeira de Mello, os meias Diego e Willian Arão, além da criticada passividade do time.

As frases "Fora, Bandeira", "Fora, Diego", "Fora, Arão", "Não somos empresa", "Queremos raça" e "Time sem sangue" foram pichadas nos muros da sede social.

O Flamengo reforçou a segurança com o objetivo de evitar vandalismo. A atenção já está redobrada para a reapresentação do elenco, no Ninho do Urubu.

Muros da Gávea pichados pela torcida do Flamengo - Foto: Amanda Kestelman
Com o tropeço diante do Santa Fe, o Flamengo soma cinco pontos no Grupo 4 da Copa Libertadores e precisa de mais cinco - nas contas do departamento de futebol - para garantir a classificação. O problema é que nove pontos ainda estão em disputa, mas o Rubro-negro terá dois jogos fora de casa.


Protesto da torcida do Flamengo diz que "não somos empresa" - Foto: Amanda Kestelman

Protesto da torcida do Flamengo reclamam de "time sem sangue" - Foto: Amanda Kestelman

Protesto da torcida do Flamengo pede "fora Willian Arão" - Foto: Amanda Kestelman

Protesto da torcida do Flamengo pede "Fora Eduardo Bandeira" - Foto: Amanda Kestelman

Protesto da torcida do Flamengo pede "fora Diego" - Foto: Amanda Kestelman


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget