"Torcida vai pra apoiar o Flamengo, não o Julio Cesar", diz goleiro

COLUNA DO FLAMENGO: Julio Cesar chegou ao Flamengo em janeiro e com contrato curto, com duração de apenas três meses. O goleiro, que foi formado na base rubro-negra em 1997, faz seu último jogo como profissional de futebol neste sábado (21), contra o América Mineiro, no Maracanã. O camisa 12 concedeu, provavelmente, sua última coletiva de imprensa vestindo o Manto Sagrado. Ao ser questionado sobre a partida, Julio pediu que os torcedores vão ao estádio pelo clube:

— Primeiramente, a situação de jogar essa partida nada tem a ver com a minha homenagem. Tem a ver com o que eu demonstro nos treinamentos. O Flamengo não seria irresponsável de botar um jogador sem condições pra jogar. Me sinto muito bem preparado. Tive a oportunidade de jogar contra o Atlético Goianiense por 45 minutos e consegui. Quero deixar bem claro pro torcedor que essa partida é séria, segunda rodada do brasileiro. Sei da mina responsabilidade, coincide com um período da minha carreira. O Flamengo é maior que o Julio Cesar. O torcedor vai lá pra apoiar o Flamengo, e não o Julio Cesar. O jogo se torna mais especial, mas deixando bem claro que eu sei da minha responsabilidade. Já de antemão, quero agradecer o torcedor que vem comprando ingressos. ,e sinto honrado, lisonjeado. Espero que o Maracanã esteja lotado, mas não pra prestigiar o Julio Cesar. A gente tem que caminhar pra onde o vento nos levar, nós precisamos da torcida do nosso lado, porque nos tornamos muito mais fortes.

treino aberto wallpaper
Torcida do Flamengo em treino no Maracanã (wallpaper) - Foto: @mulambinhac
Julio também falou sobre a sensação de fazer sua última partida na carreira. O arqueiro falou dos seus ídolos e admiração dos jogadores da base por ele. Segundo disse aos repórteres, não há nada melhor do que construir algo positivo no futebol:

— Melhor impossível, mas eu passei por isso na minha carreira. Eu olhava pra um Neneca, pra um Adriano… É uma sensação de admiração de que um dia quer ser que nem ele. É o que eu falei, isso e o bacana no futebol, deixar um legado, algo de positivo. Quando fechar o livro e olhar toda a historia que eu construí no futebol o que mais quero é deixar algo de positivo, que a pessoa olhe e imponha no dia a dia algo de importante. Às vezes saio na rua e as pessoas me falam que o nome do filho é Julio Cesar por minha causa, isso não tem preço. Fechar o livro e deixar algum ensinamento…

Ao ser questionado sobre a partida, Julio pediu que os torcedores vão ao estádio pelo clube.


Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget