Vinicius Júnior sonha com Neymar no Real, e dá recado a Tite

Agradecendo o apoio que recebe da torcida do Flamengo, Vinicius também falou sobre racismo.

GLOBO ESPORTE: Ganhando espaço no time titular do Flamengo, Vinicius Júnior está, a cada minuto, mais perto de se transferir para o Real Madrid e finalizar a badalada transferência por € 45 milhões. E, enquanto faz projetos como atuar ao lado de Cristiano Ronaldo, também sonha com momentos que, atualmente, não são tão prováveis - como atuar ao lado de Neymar com a camisa merengue.

- Se Deus quiser, Neymar e eu vamos jogar juntos no Real Madrid. Eu seria totalmente a favor de ele se transferir para o Real porque seria o meu grande sonho, jogar ao lado de Neymar. Ele é meu ídolo no futebol. Se eu tivesse a chance de jogar com ele, me sentiria muito feliz - disse o jovem de 17 ao jornal "The Guardian".

Foto: Divulgação
Vinicius fez questão de, mais uma vez, frisar sua admiração por Cristiano Ronaldo, afirmando que o luso é uma inspiração para se tornar cada vez mais forte e usar bem o dom que possui, o aliando a um trabalho intenso. O jovem deixou claro que mantém os pés no chão, apesar de já ser o xodó de um dos maiores clubes do Brasil.

"Sei que ainda não sou ninguém e ainda não fiz nada. Eu quero me tornar um dos melhores jogadores e conquistar uma Copa do Mundo. Quero conquistar meus objetivos e deixar minha família orgulhosa".

Na conversa com o jornal inglês, Vinicius lembrou a decisão que tomou de deixar a cidade de São Gonçalo, na região metropolitana do Rio de Janeiro, para rumar para uma área com menores índices de violência, na Zona Oeste da cidade. Apontando que tinha medo por conta de seu irmão e dos tiroteios em uma comunidade próxima à sua casa, revelou temer atentados terroristas quando for morar na Europa.

- Estou preocupado com o terrorismo porque não sei o que fazer, para onde correr. Isso não é um problema que posso prever. É muito difícil - disse o atacante,

Agradecendo o apoio que recebe da torcida do Flamengo, Vinicius também falou sobre racismo, apontando que se preocupa mais por sua família, e pediu uma reação mais forte por parte da Fifa. O jovem ainda garantiu que acredita numa improvável convocação para a próxima Copa do Mundo.

- É um grande sonho, mas a esperança é a última que morre. Eu continuo sonhando ir para Copa do Mundo. No dia 14 (de maio), estarei em casa vendo TV e esperando pelo nome. Eu conheci Ronaldinho e ele me disse que um jogador jovem sempre vai com a Seleção (em grandes torneios). Estou aqui jogando no Flamengo. Se Tite precisar de alguém, estou aqui.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget