Volta de Diego é fundamental para o esquema do Flamengo

Em 13 jogos na temporada, o meia deu quatro assistências (um dos líderes do grupo) e marcou dois gols.

ESPORTE INTERATIVO: O meia Diego, machucado, desfalcou o Flamengo na partida do final de semana, diante do América-MG, pelo Brasileiro. O jogador, inclusive, chegou a pedir para atuar, mas a comissão técnica, após avaliações, não o liberou, já visando ao jogo desta quarta-feira (25), contra o Santa Fe, na Colômbia, pela Libertadores.

Embora não viva grande fase, o camisa 10 do Flamengo ainda é considerado como peça fundamental para o time. Os números de Diego falam por si só: em 13 jogos na temporada, o meia deu quatro assistências (um dos líderes do grupo) e marcou dois gols.

Diego, do Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
Além dos bons números, Diego é uma referência dentro do Flamengo não só pelo o que já conquistou em sua carreira, mas pelo comprometimento fora das quatro linhas. Com lesão muscular, por exemplo, o meia está fazendo tratamento intensivo para ficar pronto para a 'decisão' de amanhã na Libertadores. Essas atitudes elevam a importância do jogador no Ninho do Urubu, e os mais jovens o enxergam como exemplo para todos.

A presença de Diego contra o Santa Fe está praticamente certa. No treino de logo mais, ele vai fazer os últimos testes e, caso não sinta dores no local da contusão, a coxa, carimba o retorno ao time. Para Fernando Campos, comentarista dos canais Esporte Interativo, a volta do experiente jogador é fundamental para o esquema tático de Barbieri.

"Diego claramente caiu de produção. Acho que ele pode entregar muito mais por ser um jogador diferenciado. Mas, mesmo assim, é um jogador com característica única ainda dentro do elenco do Flamengo. Sem contar que é um dos líderes de assistência do clube em 2018. Eu não vejo outro jogador do time com a mesma capacidade que Diego. O Flamengo, sem ele, por ora, fica enfraquecido. É um jogador que ainda consegue entregar uma disposição para construir o jogo através da posse de bola. É um jogador necessário para um Flamengo pouco brilhante em 2018".

Após o jogo diante do América-MG, Barbieri foi questionado sobre os retornos de Diego e Everton Ribeiro, suspenso. O técnico interino não confirmou a volta dos meias, mas garantiu que o problema do time não é os dois jogadores, que não vivem boas fases no Flamengo.

"O Diego ainda é dúvida por questão médica. Everton Ribeiro ainda vamos avaliar durante o treinamento. Não existe dúvida que o problema não é os dois jogadores".


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget