Wallim diz que Flamengo virou bolo de banana: "Receita do fracasso"

O antigo parceiro do atual presidente rubro-negro não economizou nas críticas ao futebol da equipe nos últimos anos.

FOX SPORTS: Desde 2013 à frente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello mudou o clube da água para o vinho na parte financeira e estrutural. No entanto, a gestão vem sendo cobrada pela falta de resultados, já que conquistou apenas dois Cariocas e uma Copa do Brasil. E um antigo parceiro do atual presidente rubro-negro não economizou nas críticas ao futebol da equipe nos últimos anos.

Em entrevista ao site Goal, Wallim Vasconcellos disparou contra a falta de planejamento do Flamengo na atual gestão. Segundo ele, apenas Ricardo Lomba tenta mudar algo na situação, mas até então não consegue grandes mudanças:

Gustavo Oliveira, Wallim , Rodolfo Landim, Bap e Rodrigo Tostes no Flamengo - Foto: Divulgação
"É o que falamos desde 2015, é o planejamento, que o Flamengo está sem planejamento, outro dia ouvi numa entrevista alguém falando a palavra improviso e achei a mais adequada, o Flamengo dirige o futebol hoje com improviso, a única pessoa que eu vejo ali que tenta mudar alguma coisa é o Lomba, mas acho que ele está dando murro em ponto de faca, se eu fosse o Lomba já teria saído, porque eu vejo quando converso com ele a indignação, mas sinto que ele está imponente para mudar aquilo lá", afirmou Wallim, que criticou também a postura dentro do Flamengo nos últimos anos:

"É muita acomodação, a confraria de amigos, Flamengo com dinheiro que tem hoje deveria trazer os melhores profissionais do futebol. Investimos errado por falta de planejamento e tal da oportunidade que sempre surgia e a gente foi contratando por oportunidade para posições que a gente não precisava e jogadores que não foram avaliados se performariam no Flamengo. Pode ganhar? Pode, o futebol é imprevisível mas assim a probabilidade é muito baixa. Temos um CT espetacular, dinheiro no caixa, deveríamos ter contratado treinador em dezembro, trouxe um coordenador que queria ser treinador e acabou demitido com três meses de trabalho, que planejamento é esse? Acho que essa é a receita do fracasso, é um bolo de banana que falta um monte de ingredientes, só tem a banana, o resto falta tudo", finalizou.

O Flamengo vive ano político e tem eleição marcada para dezembro. Eduardo Bandeira de Mello não pode reeleger e ainda não definiu um candidato para apoiar. Como oposição, Rofoldo Landim deve ser o escolhido para a chapa que iniciou com Bandeira em 2013, mas que teve boa parte dos membros saindo com o passar doa anos.

Em campo, a equipe terá pela frente o Santa Fe, nesta quarta-feira (25 de abril), pela quarta rodada da Conmebol Libertadores. Com cinco pontos, o Rubro-Negro é o líder da chave, seguido do Rive Plate, com o mesmo número de pontos, dos colombianos, com três, e do Emelec, com um.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget