Wallim vê acomodação no Flamengo, promete Estádio e fala em Tite

GOAL: Lá atrás, antes das eleições de 2012, quando a Chapa Azul começou a ser formada, Wallim Vasconcellos foi o escolhido pelo grupo para ser o candidato a presidência do Flamengo, no entanto, ele teve a sua candidatura impugnada o que obrigou o conjunto a lançar um plano B, que foi nada mais, nada menos que Eduardo Bandeira de Mello.

Com a vitória nas eleições, Bandeira de Mello assumiu o cargo de presidente, e Wallim ficou com a vice-presidência de futebol, o ex-VP, inclusive, esteve a frente da pasta quando o clube faturou o único título nacional da atual gestão, a Copa do Brasil de 2013.

Com a missão de reestruturar o clube, os primeiros anos foram bastante produtivos, mas o que parecia quase perfeito começou a se desgastar, foi quando em 2015, antes das eleições, parte do grupo que fundou a Chapa Azul deixou Eduardo Bandeira de Mello e criou a Chapa Verde. No entanto, o atual mandatário conseguiu a reeleição.

Estádio - Foto: Divulgação
Agora, os "verdes" voltarão a disputar as eleições, desta vez com Rodolfo Landim como candidato à presidência, e Wallim segue sendo um nome forte no grupo que pretende recuperar a essência criada por eles no início da Chapa Azul.

"A ideia básica era organizar o clube financeiramente mas também administrativamente, motivar as pessoas, funcionários, jogadores, dar um choque de credibilidade e mostrar que daqui para frente a gente ia mudar o cenário. Começamos a trabalhar, tinha um time muito bom na administração, trouxemos um diretor geral, que trouxe o Paulo Dutra, veio o Bernardo Accioly, o Marcelo Vido, a gente colocou no dia a dia profissionais para tocar o clube. A gente não imaginava ganhar a eleição, tanto que teve a minha impugnação e da do Landim, tivemos o plano B que acabou não sendo tão bom assim", disse Wallim em entrevista exclusiva à Goal Brasil.

A respeito de boatos sobre um possível candidato único, Wallim acha difícil que isso aconteça, rejeita apoio de Bandeira de Mello mas abre as portas para grupos políticos que apoiam o atual mandatário.

"Eu não acredito que tenha candidato único, o Cacau é um candidato, o Maurício deve ser candidato, a princípio eu vejo três candidatos. Não acredito que o Bandeira vá apoiar o Landim não e nem quero o apoio do Bandeira, os grupos que apoiam o Bandeira sim, o SóFla, o Sinergia, a FAT, o FlaFut e outros grupos obviamente vão conversar com todos os candidatos e ver as propostas. Acredito que a proposta que o Landim vai levar a eles, a original de 2012, que deu toda a virada no Flamengo, será a melhor. A gente tem que voltar ao nosso plano de 2012 para que o Flamengo seja vitorioso".

Abaixo, confira os principais trechos do bate papo com Wallim Vasconcellos:

CRÍTICAS A GESTÃO DO FUTEBOL DE BANDEIRA DE MELLO

"É o que falamos desde 2015, é o planejamento, que o Flamengo está sem planejamento, outro dia ouvi numa entrevista alguém falando a palavra improviso e achei a mais adequada, o Flamengo dirige o futebol hoje com improviso, a única pessoa que eu vejo ali que tenta mudar alguma coisa é o Lomba, mas acho que ele está dando murro em ponto de faca, se eu fosse o Lomba já teria saído, porque eu vejo quando converso com ele a indignação, mas sinto que ele está imponente para mudar aquilo lá."

"É muita acomodação, a confraria de amigos, Flamengo com dinheiro que tem hoje deveria trazer os melhores profissionais do futebol. Investimos errado por falta de planejamento e tal da oportunidade que sempre surgia e a gente foi contratando por oportunidade para posições que a gente não precisava e jogadores que não foram avaliados se performariam no Flamengo. Pode ganhar? Pode, o futebol é imprevisível mas assim a probabilidade é muito baixa. Temos um CT espetacular, dinheiro no caixa, deveríamos ter contratado treinador em dezembro, trouxe um coordenador que queria ser treinador e acabou demitido com três meses de trabalho, que planejamento é esse? Acho que essa é a receita do fracasso, é um bolo de banana que falta um monte de ingredientes, só tem a banana, o resto falta tudo".

PROMESSA DE ENTREGAR O ESTÁDIO DO FLAMENGO

"É um sonho meu, é o sonho de toda a torcida, agora a minha vontade eu já passei para o Landim, se a chapa for eleita, o único interesse que eu tenho é viabilizar, ajudar a viabilizar o estádio para o Flamengo, seja o Maracanã, seja um novo estádio, a gente vai ter o estádio, já passou da hora, a gente tem todas as condições, vamos colocar pressão no Estado(com o Maracanã) e em paralelo identificar terrenos, fazer opção de compra, buscar investidores, é bom que você está gravando para cobrar daqui a três anos, você vai dizer realmente vocês colocaram isso de pé, pode cobrar".

DIVIDIR O MARACANÃ COM O FLUMINENSE?

"Hoje o Fluminense não tem a mesma condição financeira do Flamengo, como a gente vai dividir uma coisa com um clube que não tem condição de colocar o mesmo dinheiro lá? Vamos supor que Fla e Flu ganhem (a concessão), o Fluminense vai ter condição de pagar a parte dele? Eu acredito que o Fluminense tenha outras prioridades que é reduzir a dívida, pagar suas contas, eu duvido que ele queira dividir a manutenção do Maracanã, os investimentos. Nao acredito que no Rio nenhum clube tenha condições de pegar o Maracanã (exceto o Flamengo), investir, pagar. Agora não vejo problema em liberar para o Fluminense, Botafogo e Vasco jogarem quando quiserem pagando um valor razoável, afinal é um patrimônio".

RESPOSTA A SANCHEZ SOBRE CORINTHIANS PASSAR O FLAMENGO EM NÚMERO DE TORCEDORES

"Nossa sorte é que se tudo der certo nós vamos ter o Rodolfo Landim como presidente ano que vem e vamos começar a reverter essa tendência, de certa forma ele tem razão, antigamente eu ia para o Nordeste e outros lugares do país e quase não via camisa do Corinthians, hoje eu já vejo muito mais porque a molecada quer ganhar título, os garotos querem colocar a camisa de quem é campeão, a gente tem que se cuidar mesmo, eu não acredito que isso vá acontecer nunca, mas espero que com o Landim como presidente a gente comece a fazer o Flamengo com aquela alma vencedora de antes porque a gente está precisando aí a torcida vai vir junto, tenho certeza".

SÓCIO TORCEDOR

"O sócio torcedor foi desenvolvido em 2013 sob a liderança do BAP e como em qualquer projeto, em qualquer setor da vida ele tem que evoluir e você tem que que ouvir as críticas, você tem que ouvir as sugestões dos sócios, busca exemplos nos outros clubes e aos poucos ir aprimorando, oque eu sinto e vejo, vejo as pessoas reclamando que sócio torcedor de hoje é praticamente o mesmo de 2015 e vejo também as pessoas reclamando que não são ouvidas, que as críticas não são atendidas. A gente precisa evoluir.

PREÇO DOS INGRESSOS

"A questão do preço dos ingressos é um pouco diferente porque em 2013 e 2014 o Flamengo vendia o almoço para comprar a janta, então assim, jogo que tinha muito apelo a gente precisava arrecadar para pagar as contas deixadas pela gestão anterior, então colocava o preço lá em cima. Hoje eu entendo que essa situação está resolvida, o Flamengo precisa arrecadar? Sim mas você pode rever a política dos preços, redistribui o estádio, abaixar alguns setores. Concordo que o Flamengo está se afastando de sua torcida, acho que as pessoas de baixa renda são prejudicadas e poderiam ser incluídas mais, voltar a trazer elas para o estádio. Cansei de ver jogo na Ilha do Urubu com 3, 4 mil pessoas, por que não colocar o ingresso a 10 reais podendo levar um acompanhante? Tem pai que não pode levar o filho por causa do preço. O que é isso em troco de trazer a torcida? Fidelizar. Isso tudo tem um retorno esportivo depois, seja no aero Fla, na porta do Maracanã, nas ruas, com os patrocinadores já que vai ter mais gente no estádio mostrando a minha marca, tem benefícios mesmo num primeiro momento financeiro perdendo dinheiro, mas você vai ter apoio da torcida na hora, o benefício técnico e depois outros benefícios financeiros, tem que rever essa política de preço dos ingressos".

TITE NO FLAMENGO

"Eu entendo que o Flamengo tem que ter sempre os melhores profissionais, nós temos o melhor CT e dentro do CT temos que ter os melhores profissionais onde quer que ele esteja, o Flamengo tem que ter o melhor treinador, e hoje no Brasil eu só vejo um treinador para o tamanho do Flamengo que é o Tite, após a Copa ou em 2019, o Flamengo devia fazer uma investida forte no Tite, mostrar um projeto para ele, é uma pessoa que tem experiência e gabarito para estruturar o futebol do Flamengo, dar uma cara no futebol do Flamengo como colocou no futebol do Corinthians, todo esforço que for feito para trazer, seduzir um profissional como o Tite será pouco, o meu voto é para o seu Adenor Tite".

O único interesse que eu tenho é viabilizar, ajudar a viabilizar o estádio para o Flamengo, seja o Maracanã, seja um novo estádio.


Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget