Atlético-MG e Flamengo trocam técnicos ‘vovôs’ pelos mais novos

HOJE EM DIA: Se no início da temporada Atlético e Flamengo, líder e vice do Brasileirão e rivais neste sábado (26), apostavam na experiência dos técnicos Oswaldo de Oliveira e Paulo César Carpegiani, respectivamente, com o passar dos jogos a estratégia mudou radicalmente.

Para brigar pelo caneco da competição mais importante do país, ambos alteraram o perfil e bancaram os “novatos” Thiago Larghi e Maurício Barbieri, os mais jovens da Série A, como os donos da prancheta.

Bruno Cantini/Atlético; Gilvan Souza/Flamengo /
Mandante do duelo mais importante da sétima rodada, marcado para às 21h, no Independência, o alvinegro apostou em Larghi, de 37 anos, após demitir o medalhão Oswaldo, de 67, em fevereiro.

De lá para cá, apesar de não ter a efetivação bancada pela diretoria, o “interino” fez 26 partidas, com 14 vitórias, seis empates e seis derrotas.

O mais novo da Série A

Barbieri, por sua vez, assumiu o cargo no Flamengo no início de abril, após a demissão de Carpegiani. Membro da comissão técnica permanente do rubro-negro, aos 36 anos ele tem a missão de tocar o trabalho iniciado pelo antecessor, de 69.

Considerado no clube como um profissional bastante estudioso e atento ao “tatiquês” do futebol moderno, Maurício fez cursos na Europa e teve período de experiência com o português José Mourinho.

Já Thiago, que fora analista de desempenho da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2014, recebe os mesmos elogios do rival deste fim de semana. Apadrinhado por Carlos Alberto Parreira, que o indicou a Scolari na Amarelinha, ele é visto como uma jóia da nova safra de treinadores.

Com 13 pontos conquistados, em 18 disponíveis, o Galo ocupa o topo da tabela e tenta desbancar o time carioca, que soma dois a menos.

Sem mistérios

Ao contrário do que fez em rodadas passadas, o treinador atleticano não fez mistério e, após a última atividade antes do confronto, revelou que a equipe que vai a campo contra o Flamengo é praticamente a mesma da vitória sobre o Cruzeiro, por 1 a 0, no último sábado.

A única alteração é a volta do volante Gustavo Blanco, que estava suspenso.

Apesar de não ter a efetivação bancada pela diretoria, o “interino” fez 26 partidas, com 14 vitórias, seis empates e seis derrotas.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget