Diego Maurício celebra boa média de gols pelo Gangwon

ESPORTE INTERATIVO: Diego Maurício começou no Flamengo com status de promessa, mas não conseguiu engrenar no futebol brasileiro. Aos 26 anos, ele está no futebol coreano e defende a camisa do Gangwon desde a temporada passada. Em entrevista ao Esporte Interativo, o atacante falou sobre a experiência de jogar na Coreia.

"O que me despertou na Ásia, foi descobrir coisas novas tanto no futebol que é diferente do nosso como na cultura também. E graças a Deus pude me adaptar, minha família também e hoje vivemos muito bem aqui. Todos os campeonatos que disputei são bons, cada um no seu estilo. Não tem muita diferença de um pro outro, e de cada eu tirei coisas boas pro meu jogo, e hoje aqui na Coreia me sinto muito bem".

Foto: Divulgação
A língua, é claro, é um obstáculo na vida de Diego Maurício na Coria. Porém, para driblar a dificuldade de se comunicar com os demais jogadores da equipe, o atacante contratou um tradutor para ele e família.

"Eu e minha família temos tradutor , que nos ajudou muito no início, mas agora continuamos vivendo com a ajuda dele, mas já conhecemos tudo no país que nos facilita bastante, vivemos super bem aqui, as pessoas são muito gentis, e gostamos muito de viver aqui".

Confira abaixo outros trechos da entrevista com Diego Maurício:

Como é ser o único brasileiro do Gangwon?

"Não me incomoda ser o único brasileiro do time não, tenho uma relação ótima com os coreanos e com os outros estrangeiros também que estão aqui".

Em 2017, você marcou 13 gols, em 36 partidas. O que fazer para manter essa média em 2018?

"Verdade fiz uma média muito boa de gols. e esse ano também estou trabalhando bastante pra que eu possa fazer um ano melhor que o do ano passado. Pretendo ultrapassar sim com muito trabalho nos treinamentos para ter o êxito nos jogos".

Você pretende um dia retornar ao futebol brasileiro?

"Nunca que o meu retorno pro Brasil vai estar descartado. É meu país, amo o meu país, minha família toda está aí. Mas vivo um momento ótimo aqui, não só no futebol como pessoal também. Não digo que nunca vou voltar, mas nesse momento estou muito bem aqui. Mas quem sabe um dia. Vamos ver o decorrer da vida e do futebol, tudo muda muito rápido".

Diego Maurício começou no Flamengo com status de promessa, mas não conseguiu engrenar no futebol brasileiro.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget