Diretor Financeiro do Flamengo explica contas de 2017 a Wallim

GLOBO ESPORTE: O presidente do Conselho Deliberativo, Rodrigo Dunshee, também primeiro pré-candidato à presidência do Flamengo, marcou para a próxima terça-feira o prosseguimento da votação das contas de 2017. A reunião foi suspensa na semana passada após questionamentos, discursos e debates acalorados. Na noite dessa quarta-feira, o diretor financeiro do Flamengo, Marcio Garotti, encontrou o ex-vice-presidente do clube Wallim Vasconcellos para explicar os pontos questionados na última sessão do Code.

- Ficou tudo esclarecido. Entendo que as explicações serão fornecidas aos conselheiros na reunião – disse Wallim Vasconcellos, que tem viagem marcada para a noite da reunião e, embora não compareça ao encontro, disse que defende a aprovação das contas.

Foto: Gilvan de Souza
O ex-vice de futebol listou 12 pontos para pedir esclarecimentos à diretoria do Flamengo. Com o futebol e as eleições em ebulição até duas vitórias (3 a 0 no Ceará e 1 a 0 na Ponte Preta) acalmarem os mares rubro-negros, a próxima reunião promete ser mais tranquila.

- O Wallim esteve reunido e ouviu os esclarecimentos do Marcio Garotti. Na próxima terça, a reunião vai prosseguir de onde parou. A diretoria foi convocada para prestar os esclarecimentos aos questionamentos levantados. Tive conhecimento que o presidente Eduardo Bandeira de Mello estará presente – afirmou Dunshee.

Entre os pontos discutidos, estava a diferença de R$ 30 milhões de “despesas com jogos” - em 2017, R$ 52 milhões, comparado a R$ 22 milhões de 2016. O diretor financeiro do Flamengo lembrou que houve altos gastos com operação e manutenção no Maracanã e na Ilha do Urubu – que consumiu mais de R$ 20 milhões em obras e reformas.

A antecipação do acordo com Guerrero – valores que constam no informe acessível aos conselheiros, que não está no balanço – foi fruto de negociação entre as partes, portanto anterior ao caso de doping, no fim de 2017. Outra questão, “a premiação de R$ 2,8 milhões ao executivo de futebol” englobava mais gastos do departamento de futebol, como a contratação de consultorias para as categorias de base e compra de softwares ao Centro de Inteligência em Mercado do clube.

Marcio Garotti encontrou o ex-vice-presidente do clube Wallim Vasconcellos para explicar os pontos questionados na última sessão do Code.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget