Everton diz que pressão no São Paulo é menor que no Flamengo

GLOBO ESPORTE: Há pouco mais de um mês, Everton trocou o Flamengo pelo São Paulo. A contratação do meia-atacante foi a mais cara do Tricolor na temporada: R$ 15 milhões. E, até agora, a resposta a esse investimento tem sido positiva. São três assistências, um gol, seis jogos como titular e nenhuma derrota. Números que fazem o jogador ter a certeza da escolha certa.

– A vida é feita de desafios. Meu ciclo no Flamengo já estava se acabando (foram quatro anos) e vejo o São Paulo como um time gigante. Foi uma escolha certa – avaliou Everton.

Dentre as nove contratações do São Paulo em 2018 (veja o balanço delas aqui), Everton foi quem deu a resposta mais rápida. Foi apresentado dia 18 de abril, estreou no dia 22, no empate por 0 a 0 com o Ceará, e nunca mais saiu do time. Surpresa para o jogador? De jeito algum.

– Até porque quando vim para cá tive uma conversa com o treinador e ele falou como gostaria de me usar no time. Mas tem o dia a dia dos treinos. Se eu estiver bem, sei que vou estar entre os 11 – falou o meia-atacante, lembrando papo com Diego Aguirre.

Foto: Leandro Canônico
Além de confiante, Everton é também seguro das metas do São Paulo para o Brasileirão. E depois de sete rodadas, o Tricolor está em quarto, a um ponto do líder Flamengo, seu ex-clube.

– Você pode colocar o Flamengo, o São Paulo como candidatos... Mas o Campeonato Brasileiro é muito complicado. Tem umas seis equipes que vão brigar pelo título. Acredito que vamos longe. O foco é ficar entre os quatro para brigar para ser campeão também – opinou o são-paulino.

Timidez fora de campo, ousadia dentro dele

– Sou um pouco tímido, mas é meu jeito mesmo. Fico assim com as câmeras.

A declaração de Everton quando essa entrevista começou deixa claro porque só agora, após 40 dias de sua apresentação, ele aceitou falar novamente.

– Eu não gosto de falar. Eu digo para a minha assessoria de imprensa que eu resolvo dentro de campo, mas fora é com eles – brincou.

Os tempos de Flamengo, no entanto, calejaram Everton. Pela pressão que recebia no clube carioca, principalmente por conta de comentários na internet, ele evita dar muitas declarações.

– No Flamengo tem uma pressão maior. Aqui não é mais tranquilo, mas comparando com o Flamengo, sim. Esse negócio de internet, essas coisas assim estão influenciando muito. Por isso que eu falo menos, para não me complicar muito. Prefiro só jogar – falou Everton, para depois confessar:

– No dia a dia não sou tímido assim, não. Eu agito pra caramba.

Ainda mais quando se junta a Diego Souza e Nenê, que, ao lado dos demais, receberam muito bem Everton no elenco tricolor.

– Quando eu cheguei aqui o Diego Souza estava para ir embora e eu disse: não faz isso, agora que eu estou chegando. Ele tem me apoiado bastante. Assim como o Nenê e outros companheiros.

Provável titular na partida de quarta-feira, contra o Botafogo, às 21h (de Brasília), no Morumbi, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, Everton encerrou a entrevista assim:

– Valeu. Vou falar de novo só em outubro, novembro...

E depois de sete rodadas, o Tricolor está em quarto, a um ponto do líder Flamengo, seu ex-clube.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget