Flamengo enfrenta o Mogi em jogo de vida ou morte

GLOBO ESPORTE: De um lado, um Flamengo que ainda não conseguiu se encontrar nas semifinais. Do outro, um Mogi das Cruzes sonhando com uma classificação inédita para a decisão do Novo Basquete Brasil. O jogo 3 da série será na Arena Carioca 1, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro, e é de vida ou morte para o Rubro-Negro. Como os paulistas venceram os dois primeiros confrontos, o time da Gávea tem de triunfar a qualquer custo para seguir na briga. A partida acontece às 20h (de Brasília), e terá transmissão ao vivo do SporTV, além de Tempo Real no GloboEsporte.com.

Para Marcelinho Machado, o elenco comandado pelo técnico José Neto jogou abaixo do que pode tanto em Mogi quanto no jogo 2 no Rio de Janeiro. O jogador de 42 anos, aliás, pode estar fazendo sua despedida nesta segunda-feira. Com aposentadoria marcada para o fim da temporada 2017/2018, se o Flamengo for eliminado, o eterno camisa 4 terá feito seu último jogo.

Foto: WILTON JUNIOR
- Foram dois jogos que atuamos muito abaixo do que podemos render, tanto ofensivamente quanto defensivamente. Mérito deles também, temos que dizer. Precisamos nos acertar nesse terceiro jogo, conseguir essa vitória para manter a série. Não tem nada perdido, só passa quem vence três jogos então ainda temos chance - analisou, confiante, o veterano.

Já Anderson Varejão e José Neto atentaram para a necessidade de "encaixar" na semi.

- Não estamos conseguindo o encaixe de jogo. E precisamos assistir ao dois duelos, analisar e encontrar uma forma de jogar contra eles - relatou o pivô.

- Temos que ter essa confiança. Não fomos a melhor equipe da primeira fase e a mais eficiente à toa. Precisamos encontrar o nosso jogo para que a gente consiga virar essa série - completou o comandante.

O Mogi das Cruzes, por outro lado, que sempre vem forte no NBB, mas nunca chegou à decisão, tem a classificação nas mãos. Apesar disso, mantém os pés no chão.

- Não estamos focados em entrar para fechar a série. Estamos focados para mais um jogo. Vamos vir para ganhar mais um jogo. Temos que tratar como uma final, mas sem pensar em questão de fechar a série. Essa é a mentalidade. Eles têm que jogar tudo ou nada e também vai ser uma final para a gente - comentou Shamell.

O técnico Guerrinha apontou que o combustível do Mogi é o psicológico.

- O combustível maior de tudo é mental. A temporada nos deu essa preparação. Suspensões, contusões. Jogar contra adversários duríssimos como o San Lorenzo, na Argentina. E a Liga das Américas nos preparou para jogar fora. E basquete é momento. Estamos em um momento bom e precisamos aproveitar isso - concluiu.

O Flamengo é o maior campeão do NBB. Venceu nas edições 2008/2009, 2012/2013, 2013/2014, 2014/2015 e 2015/2016. Na fase de classificação desta edição, terminou em primeiro lugar. Já o Mogi foi o quarto colocado. Com isso, as duas equipes foram direto para as quartas. O Rubro-Negro eliminou o Minas Tênis Clube, e o time paulista despachou o Caxias do Sul nessa fase para chegar à semi. Em caso de vitória rubro-negra nesta segunda, há a necessidade do jogo 4, que será em Mogi das Cruzes. Um eventual quinto jogo seria no Rio de Janeiro.

Já Anderson Varejão e José Neto atentaram para a necessidade de "encaixar" na semi.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget