Gepe diz que Flamengo não pediu apoio em aeroporto

O GLOBO: O comandante do Grupamento Especial de Policiamento em Estádios, Tenente-coronel Silvio Luiz, informou que o Flamengo não fez o procedimento correto para solicitar apoio ao embarque da delegação na sexta-feira, quando torcedores protestaram e intimidaram os jogadores.

De acordo com Silvio Luiz, o clube seguidamente não envia o ofício pedindo reforço para escoltar os jogadores em embarques e desembarques, o que o faz não ter como se planejar para ter efetivo e atender o clube.

Nesta segunda-feira, por exemplo, mais uma vez o Gepe foi informado por meio de uma ligação, e não tinha pessoal para mandar no aeroporto Tom Jobim. Agentes do 17 Batalhão de Polícia Militar foram deslocados, além da segurança do Galeão.

Foto: Reprodução
- O Flamengo me ligou informando da chegada, mas o batalhão da área mandou policiamento. O Flamengo tem que fazer as solicitações por escrito, por ofício. Não foi feita nenhuma. Nem para hoje, nem para amanhã, nem teve para sexta - explicou o tenente-coronel do Gepe, lembrando que o time embarca no Santos Dumont para enfrentar a Ponte Preta nesta terça-feira.

Normalmente, o Gepe é acionado para escoltar o ônibus da delegação para jogos no Rio, quando, segundo o comandante, o pedido é feito de forma correta. O que não acontece no suporte no aeroporto.

- Tem que deslocar por ofício, para jogo, para escolta, não pode deslocar por ligação telefônica. Eu nem tinha conhecimento do embarque na sexta-feira. Para o desembarque é o mesmo procedimento. Hoje eu não tenho efetivo, caso precisasse - finalizou Silvio Luiz.

Nesta segunda-feira, sem o apoio do Gepe, o 17° BPM não teve trabalho no desembarque no Galeão. O time chegou sem qualquer protesto, apesar da segurança reforçada.

No último domingo o presidente Eduardo Bandeira de Mello disse que houve falha no procedimento de embarque. No clube, a informação é que houve vazamento sobre a mudança da porta de embarque dos jogadores.

- Houve uma falha no nosso planejamento e a confusão aconteceu, mas os verdadeiros torcedores estão repudiando isso. Todos têm direito de criticar, mas agressão e falta de respeito a gente não pode admitir. Estão todos honrando a camisa do Flamengo e que deveriam ser incentivadas, não agredidos - disse o presidente antes da vitória sobre o Ceará.

Nesta segunda-feira, através da assessoria, o Flamengo disse que mudanças no planejamento ainda serão discutidas. E não soube informar o motivo de o pedido por escrito não ter sido feito.


Agentes do 17 Batalhão de Polícia Militar foram deslocados, além da segurança do Galeão.


Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget