Gilmar Ferreira destaca "eficiência" do Flamengo

GILMAR FERREIRA: Em tempos de pouco talento, jogos a cada dois ou três dias e cobrança amplificada nas redes sociais, o Flamengo constrói para si um novo perfil.

Joga por mais eficiência no sistema defensivo e pelo ponto a ponto que lhe faz avançar.

O líder da Série A é o que mais venceu sem sofrer gols e, ao lado do Grêmio, quem mais venceu fora de casa.

Olhando para a trajetória que Fabio Carille trilhou com o Corinthians no ano passado, na resta há dúvidas...

Maurício Barbieri está no caminho certo...

Jogadores do Flamengo comemorando gol - Foto: Pedro Vilela/Getty Images
ATLÉTICO-MG 0 x 1 FLAMENGO.

Detalhe: o time carioca fez quatro jogos nos últimos dez dias: dois pela Libertadores, o clássico com o Vasco e este no Independência.

Dos 12 pontos disputados, somou oito _ quatro pelo Brasileiro, quatro pela competição continental.

Desempenho que lhe vale a liderança na Série A e a vaga nas oitavas do torneio da Conmebol.

Com um jogo a cada dois dias e meio, e alguns desfalques, Barbieri adotou estratégia cautelosa e somou pontos.

Não é o estilo que sua torcida valoriza, mas...

FLUMINENSE 3 x 1 CHAPECOE NSE.

Tem razão Abel Braga quando diz não ter ficado satisfeito com o baixo desempenho do time no segundo tempo.

Pois os tricolores fizeram ótimo jogo nos 30 minutos iniciais, golpearam a Chape com dois gols, e aí entregaram o controle.

Levaram um golpe e estiveram perto de sofrer o empate.

Pedro selou a vitória, mas por pouco o Fluminense não frusta a torcida.

Esses altos e baixos minam a regularidade, e às vezes, geram desconforto.

Abel Braga que o diga...

BOTAFOGO 1 x 1 VITÓRIA.

O time de Alberto Valentim tem uma deficiência estrutural que vem de há muito tempo, que é a falta de criatividade no meio.

Tentou-se corrigi-la por diversas vezes com Camillo, Montillo, João Paulo, Leo Valência, Marcus Vinícius...

Mas até hoje não tem o homem da criação, fato que o limita.

Por isso, seu atual técnico repete a linha de três volantes que fez sucesso com Ricardo Gomes e Jair Ventura.

Protege o sistema defensivo e joga no erro adversário.

Em casa, vai irritar, como foi nesta partida.

Mas, fora, pode sustenta uma boa estratégia...

BAHIA 3 x 0 VASCO.

Com dez desfalques, Zé Ricardo foi a Salvador em busca do empate que resguardaria a honra e o saldo de gols do time.

E estava indo bem até ter que substituir, por contusão, o volante Bruno Silva.

Fixo ao lado de Desábato, era quem dava sustentação à defesa.

A troca por Giovanni Augusto, aos 14m da fase final, fez ruir o sistema.

Fora de forma, o meia errou tudo e arrastou com ele os conhecidos Erazo e Fabrício.

O time completo já é medíocre.

Desfalcado, então, beira à Série B...

Olhando para a trajetória que Fabio Carille trilhou com o Corinthians no ano passado, na resta há dúvidas... Maurício Barbieri está no caminho certo.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget