Henrique Dourado e Guerrero fazem disputa acirrada no Flamengo

EXTRA GLOBO: Na seca de gols e na expectativa de voltar a ser titular após mais de sete meses, nesta quinta-feira, contra a Ponte Preta, às 19h30, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, Paolo Guerrero terá pela frente bons números de seu concorrente, Henrique Dourado. E vai enfrentar uma realidade nova até agora no Flamengo, que se classifica para as quartas de final com um empate no Maracanã após 1 a 0 em Campinas.

Em 44 jogos ao longo de 2017, o peruano só foi substituído 10 vezes, e nos minutos finais. Uma vez a mais que o Ceifador ao longo de seus 17 jogos com a camisa rubro-negra nesta temporada. A vantagem do novato é a média de gols, oito até agora, 0,47 por jogo. Em seu melhor ano no clube, o último, Guerrero atingiu 0,45 por partida.

Henrique Dourado durante Ponte Preta x Flamengo - Foto: Staff Images
Se os dados são parecidos, as funções não são exatamente as mesmas. Dourado, que deve seguir como titular, foi contratado para fazer gols, e vem cumprindo o papel. Inclusive com os pênaltis bem batidos - não perdeu nenhum. Já Guerrero faz o time jogar. E no esquema atual, é trampolim para a aproximação dos três meias habilidosos - Paquetá, Ribeiro e Diego, este fora nesta quinta.

No entanto, a tendência é Dourado começar e o jogo e Guerrero ficar no banco. O peruano não é titular desde o jogo com o Bahia, no dia 19 de outubro de 2017, pelo Brasileiro. Acusado de doping, foi punido por 12 meses, teve a pena reduzida pela Fifa para seis, mas aguarda resultado de julgamento da Côrte Arbitral do Esporte para os próximos dias, para saber se será inocentado. A Agência Mundial Antidoping pediu aumento da pena para dois anos. Até o desfecho, o atacante pode jogar pelo Flamengo.

O time deve ser quase o mesmo que derrotou o Internacional. Volta o zagueiro Juan, que estava poupado, e Éverton Ribeiro será o meia centralizado no lugar de Diego. Paquetá novamente faz a função de volante, com Geuvânio aberto na ponta direita e Vinicius Júnior na esquerda. A equipe defende a invencibilidade de oitos jogos, todos sob comando do interino Barbieri, que ainda não tem previsão de ser efetivado.

A vantagem do novato é a média de gols, oito até agora, 0,47 por jogo. Em seu melhor ano no clube, o último, Guerrero atingiu 0,45 por partida.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget