"Não podem tirar minha felicidade de jogar futebol", diz Guerrero

GLOBO ESPORTE: Após marcar um dos gols do Flamengo na derrota por 3 a 2 para a Chapecoense, Paolo Guerrero atendeu a imprensa na saída de campo. O atacante analisou o jogo e falou sobre seu julgamento no Tribunal Arbitral do Esporte (TAS), cuja sentença pode sair nesta semana.

- Sou inocente, não fiz nada. Não podem deixar um jogador que não fez nada sem jogar. Não podem tirar minha felicidade de jogar futebol. Estou confiante porque acredito na Justiça - declarou.

Guerrero, do Flamengo - Foto: Staff Images
Sobre a partida, o peruano, que marcou pela primeira vez desde que voltou de suspensão, atribuiu o revés aos erros coletivos. Para ele, o Rubro-Negro foi superior à Chape no jogo.

- A gente sabia que ia ser difícil, mas não pode dar mole. Não podia perder, não merecia perder, tomamos conta do jogo, mas não pudemos fazer nada, eles fizeram um gol no fim em um erro nosso.

Apesar de admitir os problemas da equipe contra a Chapecoense, Guerrero pediu que o Flamengo virasse a chave para o importante confronto com o Emelec pela Libertadores, na quarta-feira, às 21h45 (de Brasília).

- É preparar bem para quarta-feira (contra o Emelec). Não fazer o que fizemos hoje, não podemos errar como erramos. Temos todas as condições de vencer - opinou.

Guerrero pediu que o Flamengo virasse a chave para o importante confronto com o Emelec pela Libertadores.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget