No Brasil, jogador pode atuar até 33 jogos a mais que na Europa

Willian Arão foi o jogador mais utilizado do Flamengo, com 67 partidas, número que supera qualquer europeu em 2018.

ESPN: Entre os principais jogadores do mundo, Lionel Messi deve terminar a temporada 2017/18 com 55 partidas pelo Barcelona. Um número alto para os padrões europeus, mas bem abaixo da média de nomes de destaque do futebol brasileiro, que podem ter até cerca de 33 compromissos a mais em um ano.

Goleiro do atual campeão brasileiro, por exemplo, Cássio, do Corinthians, já fez 27 jogos em 2018. Até o fim da temporada, em caso de sucesso alvinegro nas competições que disputa, principalmente nos mata-matas, esse número pode chegar 80 – 25 aparições a mais que o máximo para Messi.

Guerrero, do Flamengo, se lamentando - Foto: Alexandre Loureiro/Getty Images
Também na Espanha, Marco Asensio é o recordista de jogos do Real Madrid, podendo chegar a 54 compromissos na temporada até a final da Uefa Champions League. Dudu, do Palmeiras, pode fazer até 22 partidas a mais que isso, batendo 76 de acordo com o desempenho alviverde até o fim do ano.

Na comparação com destaques de Manchester City e PSG, campeões, respectivamente, da Premier League e do Campeonato Francês, a diferença com os “maratonistas” brasileiros cresce ainda mais.

Kevin de Bruyne, do time de Pep Guardiola, por exemplo, pode terminar 2017/18 com, no máximo, 53 partidas. Já Edinson Cavani, companheiro de Neymar, na França, só pode chegar a 47 – diferença de 33 jogos, quase um Campeonato Brasileiro inteiro, de diferença para Cássio, por exemplo.

Na última temporada no Brasil, Willian Arão foi o jogador mais utilizado do Flamengo, com 67 partidas, número que supera qualquer europeu em 2018. Lembrando que a equipe rubro-negra foi eliminada ainda na fase de grupos da Copa Libertadores, reduzindo, portanto, seu calendário.

Já Everton, do Grêmio, teve ano de 61 jogos na última temporada, com seu time vencendo a Libertadores e disputando o Mundial de Clubes, mas sendo preservado em outros momentos em Brasileiro e Copa do Brasil. Mesmo abaixo de Arão, ele também superou qualquer europeu.

Em 2018, o calendário do futebol brasileiro está ainda mais apertado, em virtude da Copa do Mundo, que faz com que o alto número de jogos seja distribuído em espaços mais curtos de tempo.

Nesta quarta-feira, estamos a apenas 36 dias para o Mundial da Rússia, mas boa parte dos clubes brasileiros ainda entrará em campo 11 vezes, entre jogos de Série A, Libertadores e Copa do Brasil.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget