O vilão financeiro do Flamengo não é o ingresso mais barato

Claro que se os preços fossem mais altos, menos associados iriam domingo ao Maracanã e não sócios, em maioria, acabariam barrados pelo bolso.

Flamengo ficou com R$ 186,7 mil de uma renda superior a R$ 1,4 milhão nos 2 a 0 sobre o Internacional. Utilizando os números sem um olhar mais profundo, elitistas tentam vender ao torcedor rubro-negro a falsa ideia de que o clube perdeu dinheiro por ter reduzido os preços dos ingressos. Mentira! Não se deixe enganar. Rendas de 2017 deram prejuízo em mais da metade dos jogos na pequena Ilha do Urubu, com ingressos caros e depois barateados, no desespero final, precisando de pontos e da torcida para se chegar à Libertadores.

Custos do Maracanã é que são o vilão, não os ingressos mais baratos, que permite ao povão comparecer a pelo menos alguns jogos do clube mais popular do Brasil. Mas não é uma conta tão simples e ficou bem claro que sem redução de valores dos bilhetes a peleja não atrairia tanta gente. Não por acaso, pagando a partir de R$ 10, tendo prioridade na compra e vantagens exclusivas, os sócios torcedores não foram sequer 20 mil dos mais de 60 mil presentes. Claro que se os preços fossem mais altos, menos associados iriam domingo ao Maracanã e não sócios, em maioria, acabariam barrados pelo bolso.




Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget