Pecos promete contagiar Flamengo contra o Mogi: "Torcida vem junto"

GLOBO ESPORTE: Arthur Pecos chegou ao Flamengo com o troféu de sexto homem da última temporada. Pelo Paulistano, avançou até a final do NBB e ganhou os holofotes mesmo vindo do banco. No Rio de Janeiro não tem sido diferente. No Rubro-Negro, o paulista de Pirituba vem aproveitando cada segundo na rotação de José Neto e na série semifinal contra o Mogi, além do desempenho em quadra, tem tido papel importante na motivação da equipe. Explosivo na marcação, o armador contagia o grupo e suas escolhas ofensivas o colocam como peça-chave neste Jogo 4, neste sábado, em Mogi das Cruzes, às 14h, no Ginásio Hugo Ramos, confronto que pode fechar a série a favor dos donos da casa ou deixar tudo igual.

"Eu sempre fui assim. E aqui não seria diferente. A torcida vem junto. Contagiar o time é algo bom e acaba dando esse espírito a mais, essa vontade. É importante. É uma coisa que sempre vou procurar fazer porque sei que ajuda o time das mais variadas formas"

Foto: Divulgação
Além das bolas que converte, Pecos contagia o Flamengo com a entrega na marcação. Nessa série, quando está em quadra, rivaliza com Larry Taylor ou Vithinho, dois caras habilidosos, de gerações diferentes e que dão trabalho. A forma de jogar é a mesma de quando estava no Paulistano. No ano passado, contra o Flamengo pela temporada regular, ele conseguiu 14 assistências, seu recorde, e também roubou a cena pela disciplina com que marca. A chance de jogar por mais minutos em um momento decisivo como a semifinal do NBB o faz crer que o trabalho tem sido bem desenvolvido.

- Estou procurando aproveitar ao máximo a oportunidade e tem dado certo. Trabalhamos a temporada inteira para esse momento, que é a semifinal contra o Mogi. Então, quando vejo que estou tendo mais chances, vou continuar me entregando para que siga assim. Essa é uma temporada de afirmação, mas não posso me acomodar, tenho que seguir trabalhando para ter ainda mais espaço e desempenhar bem o meu papel - conta Pecos.

Nesta temporada, Pecos também experimentou a convocação para a seleção adulta principal. Foi chamado para a última janela das Eliminatórias e acabou elogiado pelo técnico Alexandar Petrovic. Com médias de 20 minutos por partida no Flamengo neste NBB, o paulista de Pirituba está acostumado a jogar no caldeirão do Ginásio Hugo Ramos e sabe que neste sábado não será diferente. Se o Flamengo vencer, iguala a série em 2 a 2 e leva a decisão para a terça-feira no Rio de Janeiro.

- Do mesmo jeito que no Rio foi um caldeirão, aqui vai ser para a gente. Não é novidade. Vamos vir para buscar a vitória, que é o que interessa. E só pensamos nisso. Queremos vencer para ter a oportunidade de levar de volta para a nossa casa e fazer o nosso caldeirão.


Nesta temporada, Pecos também experimentou a convocação para a seleção adulta principal.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget