Presidente da Fifa diz que não pode reverter situação de Guerrero

EXTRA GLOBO: O atacante Paolo Guerrero utilizou todas as formas e “armas” para conseguir a oportunidade de jogar a Copa do Mundo de 2018, na Rússia, a última delas uma reunião com o presidente da Fifa, Gianni Infatino. O encontro aconteceu na manhã desta terça-feira, na sede da entidade na Suíça, junto com o presidente da Federação Peruana de Futebol (FPF), Edwin Oviedo. Mas nada mudou. Conforme o jornal peruano "Líbero" e a agência "EFE", o jogador não quis conversar com a imprensa, mas Infantino falou sobre o caso.

O presidente da Fifa apontou que lamenta o momento difícil que o jogador passa, mas que ele não pode ir acima da decisão tomada pelos CAS. Guerrero teve, recentemente, a sua suspensão por doping ampliada para 14 meses, o que a princípio o tira do Mundial.

Foto: Divulgação
Infantino manifestou sua "profunda compreensão" pela decepção do atacante, que não poderá disputar a Copa do Mundo. E acrescentou que "deixa claro" que a punição dada pelo Tribunal de Arbitral do Esporte vai contra uma apelação da própria Fifa. O encontro durou, aproximadamente, 1h45min.

O objetivo do encontro foi que o jogador conseguisse pedir o apoio da Fifa para que possa conseguir um efeito suspensivo. Após a decisão do CAS, o mundo do futebol logo se solidarizou com o artilheiro e diversas manifestações a favor de Guerrero têm sido vistas.

As principais delas partiram do povo peruano e da FIFPro, Federação Internacional dos Jogadores Profissionais de Futebol. Aos 34 anos, Guerrero disputaria a sua primeira e, provavelmente, última Copa do Mundo.

A Copa da Rússia seria, provavelmente, a única e última de Guerrero na carreira, já que o jogador está com 34 anos. Caso ele não possa participar da competição, que é a tendência, Farfán será o grande nome do ataque peruano.

O atacante Paolo Guerrero foi flagrado em exame antidoping no dia 5 de outubro de 2017, depois do jogo entre Peru e Argentina, pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018, pelo uso de benzoilecgonina, principal metabólito da cocaína.

O presidente da Fifa apontou que lamenta o momento difícil que o jogador passa, mas que ele não pode ir acima da decisão tomada pelos CAS.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget