Quem diria

JORNAL DO BRASIL: Por Renato Maurício Prado

Se Vasco e Botafogo já começam a enfrentar dificuldades que eram previsíveis, no início da temporada, a dupla Fla-Flu surpreende positivamente. Quem apostaria que, após sete rodadas, Flamengo e Fluminense ocupariam as duas primeiras posições na tabela? É muito cedo, porém, para soltar foguetes.

Até porque, embora esteja bem armado e jogando um futebol veloz e eficiente, o Fluminense não tem um elenco forte o bastante para enfrentar, sem sustos, a maratona que vem pela frente e as possíveis negociações de seus melhores jogadores – Pedro, por exemplo. O normal seria não vender ninguém agora, mas a penúria é tal nas Laranjeiras que qualquer proposta do exterior será muito bem-vinda. Por mais que complique a vida de Abel.

Lucas Paquetá e jogadores comemorando gol do Flamengo - Foto: Staff Images
No caso do Flamengo, o grupo de jogadores é mais forte e o clube economicamente mais poderoso, mas a instabilidade típica de suas atuações na temporada e o comando inseguro de um técnico em início de carreira jogam contra. Isso sem falar na possível saída de Vinícius Jr., no meio do ano. Caso isso aconteça, o pouco que existe de talento no ataque rubro-negro simplesmente desaparecerá.

A sorte de ambos é que seus adversários mais fortes andam rateando mais que eles. Só que a distância que os mantém na frente é bem pequena. A conferir, nos próximos capítulos.

No caso do Flamengo, o grupo de jogadores é mais forte e o clube economicamente mais poderoso.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget