Relembre as participações do Flamengo no mata-mata da Liberta

Na primeira participação em Libertadores, o Flamengo foi longe demais no mata-mata: acabou campeão com a geração de ouro da Gávea.

LANCE: O Flamengo venceu o Emelec por 2 a 0 na última quarta-feira e garantiu vaga nas oitavas de final da Libertadores, algo que não acontecia desde 2010. Confira como foram as campanhas do Rubro-Negro nas fases de mata-mata em outras Libertadores:

Na primeira participação em Libertadores, o Flamengo foi longe demais no mata-mata: acabou campeão com a geração de ouro da Gávea, que contava com Leandro, Júnior, Adílio, Zico e Nunes, por exemplo.

Em 1982, o Flamengo (por ser o atual campeão) começou na fase semifinal, que na época eram divididas por grupos. O Rubro-Negro ficou em um grupo com Peñarol e River Plate e acabou sendo eliminado para a equipe uruguaia, que teve melhor campanha e sagrou-se campeã naquele ano.

Foto: Divulgação
Em 1984, o Flamengo parou novamente na fase semifinal. O regulamento era o mesmo de 1982, com as semifinais divididas por grupo. Após uma campanha igual a do Grêmio em pontos, foi necessário um jogo desempate, onde acabou tudo igual e os gaúchos acabaram levando a melhor, por ter a vantagem do empate.

Em 1991, o regulamento já era como o atual. O Flamengo se classificou em primeiro do grupo e eliminou o Deportivo Táchira (VEN) nas oitavas. Nas quartas, vitória sobre o Boca Juniors por 2 a 1 no Rio e derrota por 3 a 0 na Bombonera.

Em 1993, o Flamengo acabou caindo novamente nas quartas de final. Nas oitavas, eliminou o Minervén, da Venezuela, com facilidade. Nas quartas, encarou o São Paulo e acabou eliminado após empate em 1 a 1 no Rio e derrota por 2 a 0 no Morumbi.

Em 2007, o Flamengo fez ótima campanha na fase de grupos, mas acabou eliminado logo nas oitavas de final. O surpreendente Defensor, do Uruguai, venceu por 3 a 0 em casa e se segurou como pôde no Maracanã. A derrota por 2 a 0 acabou o classificando.

Em 2008, um dos maiores vexames da história do Flamengo. Após vencer no México por 4 a 2, só uma tragédia tirava o Rubro-Negro nas oitavas daquela Libertadores. E a tragédia aconteceu: derrota por 3 a 0 com show de Cabañas e adeus ao sonho do bi.

Em 2010, na última vez que avançou a fase de mata-mata, o Flamengo eliminou o Corinthians nas oitavas de final, num confronto que marcou o duelo entre Adriano Imperador e Ronaldo Fenômeno. Mas nas quartas...

...encarou a Universidad de Chile, liderada pelo argentino Montillo, e acabou eliminada após uma derrota por 3 a 2 no Maracanã e vitória por 2 a 1 em Santiago.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget