Vasco depende (muito) mais do dinheiro da Globo que o Flamengo

ESPN: Por Gabriela Moreira

O balanço financeiro do Vasco, publicado ontem à noite, é um atestado de descumprimento ao Profut. O resultado das operações da última gestão são de assustar. Além das dívidas, que no levantamento (ainda parcial) são de R$ 86,2 milhões, o clube viu sua maior fonte de receita, as cotas de TV, serem antecipadas em quase 100% para este ano.

De acordo com o documento, 80% das receitas do cruzmaltino vêm de pagamento de direitos de TV. O que deixa a situação ainda pior é que somente para 2018, esta fonte já está praticamente seca, uma vez que o último dirigente já antecipou (ou seja, recebeu) 92,4%.

A medida não só engessa o clube, mas demonstra o descumprimento de dois itens muito claros da Lei 13.155 (Profut) que veda a antecipação de valor maior que 30% do primeiro ano do mandato seguinte. E o que determina que as antecipações sejam feitas visando diminuir o endividamento.

Jogadores do Flamengo rindo - Foto: Gilvan de Souza
Segundo dados do balanço, o mandato de Eurico Miranda comprometeu não só o primeiro ano do sucessor, mas os próximos quatro, o que extrapola, inclusive, o tempo do mandato de Alexandre Campello. Para 2019, as cotas já foram 63,4% antecipadas. Em 2020, 32,4% e 2021, em 18,4%.

"Em consequência dessa grande dependência, qualquer nível de privação do clube para com essas receitas é extremamente prejudicial para o equilíbrio financeiro da instituição. E o elevado grau de comprometimento das receitas de Transmissão para os próximos anos, principalmente em 2018, ainda mais do que as citadas dívidas em inadimplência, se constitui no maior obstáculo financeiro encontrado por esta administração", escreveu Campello na apresentação do balanço.

As consequências do descumprimento, caso a lei seja cumprida, são de responsabilização na pessoa do dirigente, ou seja, do ex-presidente Eurico Miranda. Entre as sanções, a impossibilidade de se candidatar nos próximos cinco anos (no mínimo).

Nível de dependência de Flamengo é metade

Em seus balanços, dois dos maiores clubes brasileiros, entre eles o maior rival, Flamengo, e o Palmeiras, têm conseguido diminuir a dependência do dinheiro da televisão. No clube paulista, a dependência é a menor do mercado. Chega a 30,56% de sua renda total. E no Flamengo, se descontado o valor recebido por Vinícius Júnior (atípico), o dinheiro da Tv representa 41%, das receitas, ou seja, metade do nível de dependência do Vasco.

Buraco negro

O clube divulgou o balanço somente a 2 minutos do fim do prazo, às 23h58 desta segunda-feira, dia 30 de abril. Conforme antecipado pelo blog, a empresa contratada para fazer a auditoria nas finanças do clube, foi a BDO, uma das grandes de um mercado que raramente aceita trabalhar com clubes de futebol.

A empresa, no entanto, alerta no balanço que por falta de informações de muitos itens, não teve condições. nem tempo, para analisar por completo as contas. Quanto ao Profut, ela diz que "o clube não conseguiu nos apresentar, em tempo hábil, as evidências e documentações detalhadas do programa".

Não é somente em relação ao Profut que o clube tem um "buraco negro" em relação às demonstrações financeiras. Entre os pontos críticos, estão os gastos com a base, que além de não ter registrados seus gastos, também estão faltando cópia de contratos de diversos jogadores.

A base na gestão anterior ficava sob o comando de um dos filhos de Eurico Miranda, Álvaro Miranda. 

O que diz a Lei 13.155 (Profut) sobre antecipação de receitas:

Art. 4o  Para que as entidades desportivas profissionais de futebol mantenham-se no Profut, serão exigidas as seguintes condições:
a) o percentual de até 30% (trinta por cento) das receitas referentes ao 1o (primeiro) ano do mandato subsequente; e

b) em substituição a passivos onerosos, desde que implique redução do nível de endividamento;

VIII - previsão, em seu estatuto ou contrato social, do afastamento imediato e inelegibilidade, pelo período de, no mínimo, cinco anos, de dirigente ou administrador que praticar ato de gestão irregular ou temerária;

O dinheiro da Tv representa 41%, das receitas, ou seja, metade do nível de dependência do Vasco.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget