Vasco toma de 4 e é eliminado na Fase de Grupos da Libertadores

O GLOBO: Foi uma quarta-feira de desespero em São Januário. Sem poder errar após as quatro primeiras partidas sem vitórias na fase de grupos da Libertadores, o Vasco sofreu um baque atrás do outro e terminou o dia eliminado. Antes de enfrentar o Cruzeiro, perdeu Wagner, com forte gripe, e logo aos nove minutos sofreu o primeiro gol. Durante a goleada sofrida por 4 a 0, a torcida xingou o presidente Alexandre Campelo e o time de “sem vergonha”. O barril de pólvora estourou ainda no primeiro tempo, quando, na arquibancada, uma grande briga provocou a interrupção da partida por sete minutos.

Tudo isso em um jogo em que, nos primeiros minutos, o time de Zé Ricardo deu sinais positivos. Até ali, era Thiago Galhardo o mais agressivo. Logo no primeiro minuto, ao receber na entrada da área, ele chutou forte. A bola foi na direção de Fábio. Aos 5, o meia voltou a arriscar, e novamente o goleiro levou a melhor.

Torcedor rindo em goleada sofrida pelo Vasco - Foto: Reprodução
Impedimento não marcado

O início levantou a torcida. Do outro lado, o Cruzeiro fechava-se no campo de defesa. Quando saiu pela primeira vez, aos nove minutos, balançou a rede. Em uma jogada que nasceu após o rebote do escanteio, Egídio levantou a bola na área e a defesa do Vasco fez corretamente linha de impedimento. Em posição ilegal não observada pelo assistente Danilo Manis, o zagueiro Léo esticou a perna antes de Martín Silva e abriu o placar.

O lateral-esquerdo daria passe para os outros dois gols antes do intervalo. Aos 24, ele cruzou e Thiago Neves movimentou-se rápido para a primeira trave e ampliou. Foi o terceiro dele na Libertadores. Aos 32, Sassá recebeu de Egídio com liberdade e arriscou um chute forte de longe. A bola ainda desviou levemente em Paulão e, em falha de Martín Silva, o Cruzeiro fez 3 a 0.

Gás de pimenta e bomba de efeito moral

Depois do terceiro gol, os ânimos se acirraram. Famílias deixavam o estádio quando um grupo começou a xingar o presidente Campello e uma briga se iniciou na arquibancada, atrás do gol. O Grupamento de Especial de Policiamento em Estádios (Gepe) separou a briga com gás de pimenta e bomba de efeito moral. Duas torcidas organizadas foram separadas por um cordão de policiais e a partida foi paralisada. O portão atrás do gol teve mais um reforço de grades e PMs fizeram um cordão também no gramado.

No reinício de jogo, após nova confusão, dessa vez nas cadeiras sociais, o Vasco assustou logo no segundo tempo. Andrés Ríos exigiu a primeira defesa de Fábio. Antes disso, a melhor jogada havia sido em uma cabeçada de Werley que Dedé cortou, também de cabeça. Aos 5, Riascos cruzou e acertou a trave.

Como no primeiro tempo, o ímpeto inicial durou pouco. Aos 9, em bola longa, Sassá ganhou de Werley e marcou o quarto. No lance, ele empurrou o zagueiro vascaíno, mas Daronco não marcou a falta. Foi a terceira vez que o Vasco sofreu quatro gols na Libertadores. Antes, já havia acontecido contra Jorge Wilstermann, na Bolívia, e Racing, na Argentina. Aos 32, Thiago Galhardo voltou a aparecer, dessa vez na defesa, quando salvou o que poderia ser o quinto gol.

Para completar a noite de caos, os minutos finais foram de mais brigas em São Januário.

Pikachu: 'Levantar a cabeça'

- Não temos muito tempo para lamentar. Não foi como a gente esperava. Os jogos em casa eram fundamentais para projetar a classificação. Não conseguimos passar. É esquecer, vai doer muito, mas sábado a gente tem mais um desafio. Temos que tentar levantar a cabeça para entrar forte - disse Yago Pikachu sobre o jogo de sábado, contra o América-MG, em São Januário pelo Campeonato Brasileiro.


O barril de pólvora estourou ainda no primeiro tempo, quando, na arquibancada, uma grande briga provocou a interrupção da partida por sete minutos.


Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget